quarta-feira, 31 de julho de 2013

VERMELHINHO EM NOVO ENDEREÇO.

Rua Neco Januário,485-Fone:55.3359.2077- Cerro Largo-RS
e.mail:vermelhinho@via-rs.net                e.mail: silvio felix@via-rs.net
blog: www.vermelhinhofabrica.blogspot.com     g.mail:   vermelhinhoesportes@gmail.com
skype:vermelhinhosline    vermelhinhoesportes@hotmail.com
skype:silviovermelhinho         silviovermelhinho@hotmail.com

UFFS – Campus Cerro Largo forma primeiro estudante indígena na pós-graduação Lato Sensu

UFFS – Campus Cerro Largo forma primeiro estudante indígena na pós-graduação Lato Sensu

DSC_0300Nesta segunda-feira (29) o primeiro estudante indígena da UFFS – Campus Cerro Largo – Zico Ribeiro, apresentou seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) junto ao curso de pós-graduação Lato Sensu (especialização) em “Desenvolvimento Rural Sustentável e Agricultura Familiar”. O estudante, oriundo da comunidade de Guarita, formada por indígenas Kaingang e Guarani, em Tenente Portela (RS) apresentou o trabalho intitulado “Caracterização Sociodinâmica da Comercialização do Artesanato Kaingang na Terra Indígena de Guarita”.
Segundo Zico, um dos objetivos do trabalho foi avaliar os diferentes processos que envolvem a atividade artesanal no segmento da comercialização, desenvolvida pelo povo indígena Kaingang na sua aldeia, que é a maior área Kaingang do Rio Grande do Sul, com mais de 23 mil hectares e a mais populosa do país, com cerca de 7.500 índios e 80 famílias. “Cerca de 1/3 da população indígena de Tenente Portela está envolvida com artesanato e é uma importante, se não a principal fonte de renda desse grupo, já que a maioria não possui áreas de terra que possam gerar produtos comercializáveis”, explica.
Zico é o primeiro estudante indígena de pós-graduação Lato Sensu no Brasil que teve sua permanência universitária garantida por meio de bolsa de estudos. “Acredito que estamos conseguindo adequar as leis de acesso e permanência indígena na universidade, que já estão em vigor no nosso país”, analisa o professor da UFFS e orientador do estudante, César de Miranda e Lemos. O coorientador, José Palazuelos Ballivian que trabalha no Conselho de Missão entre Índios (Comin) também entende que “é preciso construir pontes e diálogos entre as minorias com os espaços do saber. A academia precisa mostrar a cultura do indígena, porém a partir de sua própria voz e não mais por um pesquisador de fora, com uma outra identidade”, argumenta.
Sobre a formação acadêmica, Zico, que é agrônomo formado pela Unijuí e trabalha no Departamento de Assuntos Indígenas na Prefeitura Municipal de Tenente Portela, acredita que a formação universitária é necessária para esse processo de desenvolvimento da soberania e sobrevivência da comunidade indígena.
A banca examinadora do seu trabalho foi composta pelos professores Letícia De Faria Ferreira, Reneo Prediger e Luiz Antônio Farani. Zico Ribeiro foi aprovado com conceito A.

terça-feira, 30 de julho de 2013

CERRO LARGO COMTEMPLADO COM CAMINHÃO CAÇAMBA.

  No Diário Oficial da União da última sexta-feira, da 26 de julho, foi publicada a lista dos municípios contemplados com caminhão caçamba pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, através da Portaria nº 57/2013. Na região das Missões diversos municípios serão contemplados com o caminhão, entre os quais,  Caibaté, Cerro Largo, Mato Queimado e Vitória das Missões.
          “Os Municípios relacionados que não tiverem interesse em receber o equipamento deverão enviar ofício ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) até 1.° de agosto de 2013”, estabelece o texto da portaria. Os demais serão convocados para as atividades de treinamento e de recebimento dos bens. Esse treinamento é determinante para o recebimento do bem.


*site rádio caibaté*

PARALISÃO DOS MÉDICOS NESTA TERÇA E QUARTA FEIRA.

Porto Alegre e mais 9 municípios do Rio Grande do Sul
terão paralisações em torno de 50% de seus profissionais.

A promessa é de os pontos de atendimento de 
urgência e emergência não sejam afetados.

Em Cerro Largo não se registra  intenção da classe
 em promover alguma paralisação.

segunda-feira, 29 de julho de 2013

TARSO PROMETEU À AMM AJUDA PARA A REGIÃO DAS MISSÕES.

Tarso Genro garantiu ajuda para a região das Missões
29 de Julho de 2013
Tarso Genro garantiu ajuda para a região das Missões
O governo estadual vai se empenhar ao máximo para ajudar a solucionar os problemas da região das Missões e da Grande Santa Rosa, tanto na questão das obras asfálticas quanto em medidas para o crescimento econômico da região. A garantia foi dada pelo próprio governador Tarso Genro, durante a Caravana de Interiorização do Governo do Estado realizada nos municípios de Giruá, na sexta-feira, dia 26 de julho, e Santo Ângelo, no sábado, dia 27 de julho. Nos dois encontros, o governador recebeu das autoridades municipais uma série de reivindicações, e ouviu reiterados pedidos por mais atenção à região Noroeste. No documento entregue pelo presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), prefeito de Cerro Largo, René José Nedel, a prioridade é a continuidade das obras das ligações asfálticas missioneiras, como a ERS 165 que liga os municípios de São Luiz Gonzaga, Cerro Largo, Rolador e Cândido Godói. Outra solicitação foi pela criação de novos cursos na Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) de Cerro Largo, além de investimentos para fortalecer o desenvolvimento econômico especialmente na agroindústria, inclusive com maior atuação da Embrapa e extensão rural.

No caso específico das obras rodoviárias a estratégia de ação conjunta da Associação dos Municípios das Missões e da Associação da Grande Santa Rosa (AMGSR), presidida pela prefeita de Porto Vera Cruz Vanice Diel de Matos, é a de lutar para que as obras nas estradas sem acesso asfáltico tenham continuidade, mesmo depois de 2014, quando ocorrem as eleições estaduais. "Precisamos do comprometimento do governo estadual para que não faltem recursos destinados a conclusão das obras nas rodovias e que sejam repassadas mais verbas para alavancar o crescimento da região", reiterou o dirigente da AMM, prefeito René José Nedel, lembrando que no dia 21 de agosto de 2012 foram acertados os detalhes das obras das rodovias, em audiência com o governador Tarso Genro.
Em Giruá o evento, realizado no Clube Aliança, foi conduzido pelo prefeito anfitrião e secretário da AMM, Ângelo Fabiam Thomas, que atualmente ocupa uma das vice-presidências da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Já em Santo Ângelo, o encontro ocorreu na Câmara de Vereadores e os trabalhos foram coordenados pelo prefeito do município e presidente da Famurs, Valdir Andres.

Trechos contemplados e pactuados

De acordo com o documento entregue ao governador os prefeitos da AMM e da Grande Santa Rosa querem a manutenção dos trabalhos nos seguintes trechos, alguns já em execução:
BR 392 - Ubiretama (em execução); ERS 344-Giruá/Senador Salgado Filho(em execução); BR 392-Pirapó (ordem de serviço para 2014); BR 285-Santo Ângelo/Eugênio de Castro (ordem de serviço para 2014); BR 285-São Luiz Gonzaga/Rolador (em execução); RS 176-Santo Antônio das Missões/Garruchos (ordem de serviço para 2014); ERS 168-Itacurubi (em conclusão). Rodovias regionais de interligação transversal ERS 165, saindo de São Luiz Gonzaga e interligando os municípios de Rolador e Cerro Largo e contorno de Cerro Largo (a projetar); trecho Cerro Largo/Cândido Godói; extensão a Santo Cristo (trecho a projetar). Unificação das vias interligantes de Mato Queimado a Guarani das Missões, cruzando a BR 392, em direção a Ubiretama, Senador Salgado Filho, Giruá e Santa Rosa. 

Universidade Federal da Fronteira Sul

A Associação dos Municípios das Missões reiterou também o apoio à expansão da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS) com a implantação de um curso de medicina e de um hospital regional, além de outros cursos nas áreas de licenciaturas e das engenharias. A ajuda do Estado é muito importante, pois a UFFS abrange, entre outros, os municípios de Santa Rosa, Santo Ângelo, São Luiz Gonzaga e Porto Xavier, que ficam a 45 minutos de Cerro Largo, distância de vital importância quando se trata de um hospital regional de alta complexidade e acesso de profissionais médicos.

Pauta de lutas na Macro-Região Missioneira

Entre as ações conjuntas das Associações das Missões e da Grande Santa Rosa, entregues ao governador Tarso Genro para contar com recursos públicos estão: 1) sistema único de saúde democratizado com condições de operar de forma qualificada um hospital regional de alta complexidade 100% SUS, a partir do curso de medicina na UFFS; 2) ensino básico, médio e superior interdisciplinar; 3) políticas públicas para a juventude rural e urbana; 4) agricultura familiar e camponesa com incentivo à produção de alimentos baseados na agroecologia, leite, hortifrutigranjeiros e cereais, viabilizando o sustento do agricultor; 5) mais investimentos na pesquisa, com a Embrapa, na extensão rural, com a ATERS e ensino com o Instituto Federal, o IFES; 6) industrialização e agroindustrialização para o beneficiamento dos produtos oriundos da macro-região missioneira, agricultura familiar, cooperativismo, economia solidária e bioenergia, e 7) projeto de interligação asfáltica, fluvial e ferroviária facilitando a logística. Participaram dos encontros da Caravana de Interiorização do governador, os prefeitos e vices, secretários municipais e vereadores que integram a AMM e a AMGSR; secretários e autoridades estaduais; deputados federais e estaduais; representantes de universidades e da sociedade. 

*site AMM*

FALTA DE VOLUME DE CHUVA COMEÇA A PREOCUPAR.

O frio intenso dos últimos dias queimou muitas pastagens
e gramados de potreiros e campos, normal para esta época.

Os dias que precederam este frio de inverno em muitas  regiões
tiveram pouca chuva. Em alguns municípios já fazem 40 dias
que o voluma de água  não foi o esperado.

Aqui em Cerro Largo acreditamos que podemos suportar
mais uns 15 dias sem maires apuros.

A Emater está monitorando todas às culturas e principalmente
a bacia leiteira, que na grande maioria é um fator determinante
para a renda dos agricultores.

domingo, 28 de julho de 2013

FESTA DA IGREJA SÃO CRISTÓVÃO FOI UM SUCESSO.

Foi um sucesso total a Festa do Padroeiro
São Cristóvão em comemoração ao Dia do Motorista.
Realizada neste domingo com a tradicional Procissão dos
Caminhoneiros que seguiu até o Bairro Brasilia
para a tradicional Benção na Igreja .

Churrasco, muita música e intretenimento durante
o domingo ensolarado de temperatura agradável. 

Mais de 300 veiculos entre caminhões e camionetes
leves fizeram muito buzinação mais do
justificado para os Festejos.

sábado, 27 de julho de 2013

FRIO DA SEMANA FAVORECE TRIGO E ELIMINA PRAGAS.

Cerro Largo nesta semana registrou temperaturas negativas
sendo que na madrugada de quinta feira 25 julho tivemos  a
maior geada do ano, com -1 grau  C.

Geadas favorecem o trigo ,pois eliminam as  possíveis pragas
que atacariam a planta.

De acordo com a Emater não foram registrados prejuízos nas
lavouras de nossa região.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

ESTUDANTES DA UFFS CERRO LARGO SE PREPARAM PARA OS JUFFS.

Estudantes do Campus Cerro Largo preparam-se para os JUFFS

futsal_femininoFaltando alguns meses para a terceira edição dos Jogos da Universidade Federal da Fronteira Sul (JUFFS), no Campus Realeza (Paraná), as equipes esportivas do CampusCerro Largo já iniciaram seus treinos semanais para aperfeiçoamento de seus atletas. É o caso do time de futsal feminino - liderado pela bolsista Andreia Monique Lermen - que duas vezes por semana pratica o esporte com o foco nos JUFFS. “A cada treino procuramos trabalhar algum ponto específico, hoje - terça-feira, (23) - por exemplo, foi a marcação”, conta.
Andreia fez parte da equipe campeã no futsal feminino nos JUFFS do ano passado, em Cerro Largo, porém, sua experiência no esporte já vem se firmando há muito tempo. “Desde 2005 venho aprendendo e sempre procuro conversar com as pessoas que conhecem Futsal para me darem conselhos. Peço muita ajuda para os meninos também”. No ano passado, a equipe de Cerro Largo (time da casa) ganhou de Realeza, Campus que neste ano será a sede dos jogos. “É uma grande responsabilidade manter nosso time campeão”, admite Andreia.
Assim como ela, outros onze estudantes do Campus Cerro Largo recebem auxílio do bolsa-esporte para organizar as equipes das modalidades coletivas realizadas nos JUFFS. Segundo o assistente em administração Milton Maciel, “apenas as modalidades tênis de mesa, futebol digital e virtual e vôlei de areia não são organizados por bolsistas”. Ele explica que os bolsistas devem, além de fazer os treinamentos necessários, procurar se informar das regras, estabelecer táticas e estratégias para potencializar as equipes.
Os Jogos Universitários
Neste ano, os estudantes poderão participar de doze modalidades nos JUFFS, são elas: atletismo (corridas de curta e média distância, corrida de revezamento e salto horizontal) basquetebol, corrida rústica, futsal, futebol de campo (somente masculino), futebol digital e virtual (misto), futebol 7 society (somente feminino), handebol, voleibol, voleibol de areia, tênis de mesa e xadrez. Os JUFFS acontecerão entre os dias 05 a 08 de outubro, no CampusRealeza.
Na edição anterior, o grande campeão geral foi o Campus Erechim, seguido de Realeza. O Campus Cerro Largo destacou-se em segundo lugar nas modalidades vôlei de areia masculino, futebol digital, vôlei feminino, futebol de campo, salto triplo masculino, salto em distância feminino, salto em distância masculino, corrida 400m masculino e corrida 800m masculino. Também obtiveram destaque, nas primeiras colocações, as modalidades futsal feminino, futsal masculino, salto triplo feminino, salto em distância feminino, corrida 400m feminino e corrida 1500m masculino
.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

UFFS ABRE INSCRIÇÃO DE CONCURSO PARA PROFESSORES.

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) publicou nesta quinta-feira (25) novo edital de concurso público para docentes (Edital nº 298/UFFS/2013). São ofertadas 25 vagas, para os seis campi da Universidade. Neste concurso já estão previstos docentes para o curso de medicina do Campus Passo Fundo. O período de inscrição inicia no dia 29 de julho e se estende até o dia 11 de agosto de 2013.
As vagas são para Professor de Magistério Superior, com regime de trabalho de 40 horas – dedicação exclusiva – e 20 horas semanais.
O valor da inscrição para as vagas com regime de trabalho de 40 horas com dedicação exclusiva é de R$ 200 e para vagas com regime de trabalho de 20 horas semanais é de R$ 100. A inscrição deve ser feita via site do concurso, através do endereço https://concursos.uffs.edu.br/. Após efetuar e pagar a inscrição, o candidato terá até o dia 12 de agosto para enviar para o e-mail:  inscricao.concursos@uffs.edu.br o comprovante de inscrição acompanhado do comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU) com o assunto - inscrição concurso.
O concurso será composto de três etapas: prova de conhecimentos, prova didática e prova de títulos, e todas serão realizadas em Chapecó/SC, em locais, datas e horários a serem divulgados no sítio do Concurso. De acordo com o cronograma, a prova de conhecimentos será aplicada no dia 25 de agosto de 2013.

25 DE JULHO EM CERRO LARGO.

Hoje comemoramos o aniversário  da
Rádio Sociedade Cerro Azul AM, 
Jornal Folha da Produção, 
Associação Comercial e Industrial de Cerro Largo,
Museu 25 de Julho.

Hoje também é o
Dia do Colono e
Dia do motorista.

Parabéns para todos !

MUITO GELO NO AMANHECER DESTA QUINTA FEIRA.

Registro da  geada neste amanhecer desta quinta feira., 25 de julho.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

UFFS TEM CURSO DE MEDICINA DEVIDAMENTE APROVADO.

Primeiro curso de Medicina da Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas é da UFFS

medicinaUFFS
O Secretário de Regulação e Supervisão do Ministério da Educação (MEC) publicou, na manhã desta quarta-feira (24), a Portaria nº 323, que autoriza o funcionamento do curso de Medicina (Bacharelado) para a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), no Campus Passo Fundo (RS).
A UFFS é a primeira Universidade do Brasil a obter a autorização para o funcionamento dos cursos de Medicina no quadro da Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior. Neste primeiro momento, estão autorizadas 40 vagas anuais.
Para o Reitor, Jaime Giolo, essa é, sem dúvida, mais uma grande conquista da UFFS. “É uma honra sermos a primeira instituição do Brasil. Coroa o esforço e o trabalho realizado pela Universidade e pela comunidade regional. É mais um passo na implantação e no fortalecimento da área da formação em saúde na instituição”, disse. 
“O projeto prevê o início das aulas em 16 de setembro deste ano e, para isso, o edital do Processo Seletivo já está aprovado na Câmara de Graduação do Conselho Universitário e será publicado nos próximos dias. Nesse ínterim, será designado o primeiro núcleo de docentes e técnicos para atuar no Campus Passo Fundo e serão ultimados os trabalhos de estruturação material e pedagógica do campus e do curso”, afirma Giolo.
Os interessados poderão acompanhar o processo de implantação do campus e do curso por meio do site da UFFS.
A Comissão de Implantação, a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores de Passo Fundo organizam um evento para o lançamento do edital de Processo Seletivo do curso, na sexta-feira (26). A solenidade está marcada para as 19h, no auditório da Câmara de Vereadores do município.
Confira AQUI a portaria de autorização.

terça-feira, 23 de julho de 2013

INAUGURADO O TELECENTRO COMUNITÁRIO,

 Na última quarta feira dia 17 foi inaugurado o Telecentro Comunitário
numa parceria do Governo Federal e Governo Municipal.

O Prefeito Municipal René José Nedel e o Secretário da Industria
Comércio  e Turismo Paulo Kepper parabenizaram os alunos
matriculados para esta primeira turma.

O professor Jauri Werner de Mattos é o responsável pela Coordenação do
Telecentro, que continua com às matriculas abertas para novas turmas.
Informações  pelo fone 3359.4900 ramal 216.

PMDB FAZ ENQUETE PARA DECIDIR APOIO A DILMA.

O PMDB quer manter a aliança com a presidente Dilma Rousseff em 2014? Para responder a essa pergunta, o principal aliado do governo decidiu realizar um "plebiscito" com deputados, senadores e presidentes de diretórios regionais da legenda.

A primeira etapa com os deputados transformou o gabinete do vice-presidente Michel Temer nos últimos dias numa espécie de confessionário. A dinâmica foi a mesma: um a um, os deputados tiveram uma conversa preliminar com Temer e depois responderam a um questionário aplicado por Eliseu Padilha, presidente da Fundação Ulysses Guimarães.
Foram ouvidos mais de 60 dos 80 deputados e as conversas devem ser retomadas em agosto, na volta do recesso parlamentar.

A decisão de fazer a pesquisa foi tomada diante das crescentes reclamações contra o Planalto e os protestos nas ruas no mês passado. A intenção é montar uma radiografia sobre como o partido vê o atual cenário político e que rumo seguir. São 25 perguntas sobre três temas: a situação do partido no Estado para as eleições de 2014; a relação com o governo federal e as manifestações de junho.

"A maioria quer continuar com a aliança, mas diz que quer ser efetivamente aliado, quer ter participação igual ao PT", disse Padilha. "O parlamentar quer mais atenção do governo, quer mais participação porque quer o prestígio de entregar uma obra, mostrar seu trabalho. Quer o ônus e o bônus", completou.

Padilha diz que que, quando for concluída, a enquete será levada a Dilma pelo vice-presidente.

No primeiro semestre, a relação do Planalto com o PMDB na Câmara foi instável e piorou depois que as pesquisas mostraram desgaste na popularidade de Dilma com as manifestações de junho. Líderes do partido se valem da fragilidade para exigir mais espaço no governo e há ainda quem defenda de forma mais discreta a "volta Lula".

EMBATES
No Congresso, os embates mais fortes foram a Medida Provisória dos Portos, o enterro do plebiscito sobre uma reforma política e o apoio para a criação de uma CPI para investigar a Petrobras.

Em entrevista à Folha, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), defendeu a redução do número de ministérios, de 39 para 25. A ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) disse que não há possibilidade de isso ser feito.

Para o segundo semestre, governo e PMDB já têm pelo menos dois duelos marcados: a votação do projeto que torna obrigatório o pagamento de emendas parlamentares apresentadas ao Orçamento e a derrubada DE VETOS PRESIDENCIAIS. 


*folha de São Paulo*

segunda-feira, 22 de julho de 2013

UFFS CRIA MAIS QUATRO CURSOS.

Em Sessão Ordinária do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), na terça-feira (16), foi aprovada a Resolução Nº 25/2013 – CONSUNI, a qual cria e autoriza o funcionamento de mais quatro cursos de graduação. Serão ofertadas, no total, mais 340 vagas na modalidade presencial.
Um dos cursos aprovados é o de Graduação em História - Licenciatura, que será ofertado pelo Campus Erechim, em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e o Instituto Técnico de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária (ITERRA) por meio do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Serão ofertadas 50 vagas e as aulas acontecerão na sede do ITERRA, no município de Veranópolis (RS).
O curso de Graduação Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências Humanas – Licenciatura será ofertado noCampus Laranjeiras do Sul e o curso de Graduação Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza – Licenciatura no Campus Erechim. Cada curso ofertará 120 vagas, em duas entradas anuais. Já o curso de Graduação em Matemática – Licenciatura será ofertado no Campus Chapecó e terá 50 vagas.
Para o pró-reitor de Graduação em exercício, Élsio José Corá, este é um momento de grande alegria para a PROGRAD e toda a comunidade acadêmica da UFFS, pois “são mais oportunidades de formação para os jovens das regiões onde os campi estão localizados”. De acordo com Corá, “a UFFS passa por um processo de reestruturação para oportunizar esses quatro novos cursos e receber os estudantes de forma adequada”.

CERRO LARGO NÃO ESCAPA DO FRIO DE JULHO.

 Após um sábado de garoa e tempo emburrado, o domingo não foi diferente.
Tempo fechado, vento e muito frio indicando que a segunda feira  de temperatura baixa.
Não foi diferente.Vento e frio aguardando a madrugada desta terça que deve
apresentar a primeira geada do ano.
Aguardamos pois o clarear desta terça feira.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

CERRO LARGO ADERE AO PROGRAMA DE CONSTRUÇÃO DE CASAS POPULARES.

Segundo o censo do IBGE de 2010, Cerro Largo teria
uma carência de 218 moradias.Com a adesão foram pactuadas
a construção de 25 novas unidades habitacionais para  a àrea rural.

O valor máximo a ser liberado será de R$28.500,00  pelo CREHNOR.

Para a área urbana os itneressados devem possuir terrenos
legalizados e não possuir renda acima de R$ 1.600,00.

Informações junto ao setor de habitação da
Prefeitura Municipal de Cerro Largo.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

CARIJADA NO CAMPUS DA UFFS.

Nesta quarta 17 de julho teve inicio a 1ª Carijada da UFFS-Campus de Cerro Largo..
Trata-se de um evento de fabricação artesanal da erva mate, e foi idealizado pelos estudantes
da primeira fase do curso de Agronomia, durante a disciplina de História da Fronteira Sul.
Segunda  a professora Bedattti Finokiet, foi para refletir sobre o porquê da erva fazer parte
da tradição identidade das populações sulistas.
Leia mais no site www.uffs.edu.br

quarta-feira, 17 de julho de 2013

SUSPENSA ATIVIDADES DA BBOM..

Justiça suspende atividades do grupo Bbom, afirma MPF

17 de julho de 2013 • 20h14 •  atualizado 20h20
O Ministério Público Federal de Goiás (MPF/GO) afirmou nesta quarta-feira que obteve na Justiça a suspensão da atuação da empresa Bbom, proibindo a comercialização e a oferta de rastreadores. A empresa é acusada de praticar pirâmide financeira e, na semana passada, teve os bens bloqueados.
Aparelho rastreador vendido pela Bbom
Aparelho rastreador vendido pela Bbom
Foto: DivulgaçãoPúblicoFederal de Goiás (MPF/GO) afirmou nesta quarta-feira que obteve na Justiça a suspensão da atuação da empresa Bbom, proibindo a comercialização e a oferta de rastreadores. A empresa é acusada de praticar pirâmide financeira e, na semana passada, teve os bens bloqueados.
De acordo com o MPF/GO, o grupo terá de se abster de admitir novas adesões à rede, impedindo novos cadastros e disponibilizando mensagem comunicando aos internautas sobre a decisão judicial.
A Justiça Federal determinou que as empresas do grupo publiquem em seus sites o seguinte comunicado: "Por ordem da Justiça Federal, a BBom está impedida de receber a adesão de novos associados, seja através de seus sites, seja através dos sites de seus associados, bem como de receber as mensalidades cobradas dos associados já admitidos no sistema".
Na semana passada, o MPF congelou o esquema. Entre os bens bloqueados estão cerca de cem veículos, sengo alguns de luxo como Ferrari, Lamborghini e Mercedes, além de R$ 300 milhões em contas bancárias do grupo.
O MPF ainda afirmou que o que chamou atenção no caso é que, antes da criação da Bbom, as empresas não movimentaram mais do que R$ 300 mil por ano e, "em pouco mais de seis meses, o fluxo financeiro do grupo aumentou cerca de 3.000%".
A prática de pirâmide financeira é aquele na qual os participantes são remunerados apenas somente pela indicação de outros indivíduos, sem levar em consideração a real geração de vendas de produtos.
Segundo o MPF, no sistema adotado pela Bbom, "os interessados associavam-se mediante o pagamento de uma taxa de cadastro (R$ 60,00) e de um valor de adesão que variava dependendo do plano escolhido, obrigando-se a atrair novos associados e a pagar uma taxa mensal obrigatória no valor de R$ 80,00 pelo prazo de 36 meses. O mecanismo de bonificação aos associados era calculado sobre as adesões de novos participantes. Quanto mais gente era trazida para a rede, maior era a premiação prometida".
Terra entrou em contato com a Bbom, mas até o momento não obteve retorno.

terça-feira, 16 de julho de 2013

ESTE TAL DE GRAFENO DEVE SER PODEROSO MESMO !

Uso de grafeno pode tornar internet 100 vezes mais rápida

Imagem mostra grafeno laminado de alta pureza Foto: EFE
Imagem mostra grafeno laminado de alta pureza
Foto: EFE  SITE:www.terra.com.br
O uso do grafeno em telecomunicações pode acelerar drasticamente as velocidades de internet em até 100 vezes, de acordo com uma nova pesquisa feita por cientistas do Departamento de Física da Universidade de Bath, na Inglaterra. Em um artigo publicado na Physical Review Letters, os cientistas demonstraram pela primeira vez taxas de resposta ópticas extremamente curtas usando o grafeno, o que poderia abrir o caminho para uma revolução nas telecomunicações.
Todos os dias, uma grande quantidade de informação é transmitida e processada através de dispositivos optoeletrônicos como fibra óptica e laser. Os sinais são enviados por fótons com comprimentos de onda infravermelhos e processados ​​usando switches ópticos, que convertem os sinais em uma série de impulsos de luz.
Normalmente, esses switches respondem a uma taxa de alguns picossegundos - cerca de um trilionésimo de segundo. Os cientistas da Universidade de Bath observaram que a taxa de resposta de um switch óptico que usa uma pequena camada de grafeno fica em torno de uma centena de femtosegundos - cerca de uma centena de vezes mais rápido do que os materiais atuais.
Conhecido como o "material do futuro", o grafeno não deixa de assombrar a comunidade científica e tecnológica por causa de suas incríveis propriedades e infinidade de aplicações potenciais. 
Acrescentado a outros compostos, como matéria-prima principal ou como componente de novos processos de laboratório e produção, o grafeno possibilitará, entre muitas outras coisas: fabricar filtros que separarão o sal da água duas ou três vezes mais rápido que as dessalinizadoras atuais, assim como obter combustíveis que permitirão que os aviões alcancem maiores velocidades, otimizando o funcionamento do motor e reduzindo o consumo e a poluição ao meio ambiente. Além disso, o grafeno é 100 vezes mais eficaz como condutor elétrico que o silício e mais forte que o diamante.
O material é um alótropo do carbono, ou seja, uma das formas divergentes que procede desse elemento químico, como o carvão e o diamante. Curiosamente sua descoberta vem da década de 30, mas se prestou pouca atenção nele, dado que se pensava que era um material instável termodinamicamente.
Só depois das descobertas dos cientistas Konstantin Novoselov e Andre Geim, que conseguiram isolar o material à temperatura ambiente, ganhou a importância que tem agora. Em 2010, os pesquisadores de nacionalidade russa receberam o Prêmio Nobel de Física por seus trabalhos com o grafeno.
Terra

AMPLIAÇÃO E REFORMA DO POSTO DE SAÚDE CENTRAL.

Cerro Largo é um dos 137 municípios  gaúchos
comtemplados com verbas do Ministério da Saúde.


A verba de R$512 mil reais servirá para ampliação e
reforma da unidade Central do Posto de Saúde de
nossa cidade.

Os recursos oriundos do orçamento farão parte
do Bloco de Investimentos na Rede de Saúde e
correrão por conta do Orçamento do  Ministério .

A liberação foi anunciada pela Presidente
Dilma Roussef na marcha dos Prefeitos
realizada em Brasília na manha da quarta feira, 
dia 10 de julho.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

NOITE CERRO-LARGUENSE COMEÇA A PREOCUPAR.

O agito da noite cerro-larguense começa a preocupar  
a própria população.

O Esfaqueamento de 2 pessoas na madrugada deste último sábado efetuado
por um menor de 17 anos levantou novamente o assunto.

A sujerama na praça e adjacências também é um fato lamentável que mostra
a falta de educação de uma boa parte dos frequentadores da área central
da cidade e da nossa Praça da matriz.,
transformado na maioria das vezes como se fosse o quintal de casa .

A  Praça  amanhece turbinada por dezenas de lidros de vodca ,wiski ,latas
e garrafas de cerveja e refrigerante ,mostrando que pessoas de todas às idades
 bebem e daí para consumo de drogas é uma braço, 
pois não temos nenhum tipo fiscalização ou de repressão.

Antes da 7 da amanhã a turma do Carlos Gross  da Prefeitura
tem que dar um jeito na limpeza.

Serviço pago com o nosso  dinheiro dos impostos.
 
Até quando isso vai continuar não se sabe.
Quem sabe estão aguardando que aconteça algo mais sinistro ?

domingo, 14 de julho de 2013

UFFS -INSCRIÇÕES PARA CONCURSO DE DOCENTES ENCERRA HOJE.

Inscrições para concurso de docentes da UFFS podem ser realizadas até domingo 14


 concurso-docentes
A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) publicou nesta sexta-feira (28) o edital de concurso público para docentes. São 39 vagas, para os cinco campi da Universidade. O período de inscrição inicia no dia 1º de julho e estende-se até o dia 14 de julho de 2013.
As vagas são para Professor de Magistério Superior, com regime de trabalho de 40 horas com dedicação exclusivae de 20 horas semanais.
O valor da inscrição para as vagas com regime de trabalho de 40 horas é de R$ 200 e para vagas com regime de trabalho de 20 horas semanais é de R$ 100. A inscrição deve ser feita via site do concurso, através do endereçohttps://concursos.uffs.edu.br/. Após efetuar e pagar a inscrição, o candidato terá até o dia 15/07/2013 para enviar para o e-mail:  inscricao.concursos@uffs.edu.br o comprovante de inscrição acompanhado do comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU), com o assunto "Inscrição concurso".
O certame será composto de três etapas: - Prova de Conhecimentos; - Prova Didática; - Prova de Títulos; - Prova Prática.
O edital com as informações referentes ao concurso e o link para inscrições podem ser encontrados aqui.

sábado, 13 de julho de 2013

Aluno fará estágio obrigatório no SUS na cidade onde estuda diz ministro.

Objetivo é melhorar a formação, não suprir falta de médicos, diz Padilha.
Ministro da Saúde diz que proposta será detalhada nos próximos meses.


Os estudantes que começarem uma faculdade de medicina a partir de 2015 e tiverem que participar de um estágio de dois anos nos serviços básicos e de emergência de saúde não serão enviados a locais onde há falta de médicos, afirmou na sexta-feira (12) o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Pela proposta, todos os alunos farão o estágio na mesma cidade em que cursam a faculdade. "Esse período será ligado ao curso no qual ele está sendo formado, então ele continua na cidade, em unidades ligadas à universidade. Não é igual serviço social obrigatório, onde ele vai trabalhar em outra região", afirmou ele ao G1.
Além disso, a avaliação dos estagiários durante esse período será feita nos moldes do programa de residência médica do Programa Saúde da Família. Nele, o estudante que se especializa em determinada área tem o acompanhamento de um preceptor durante as visitas a campo. Para o estágio obrigatório, "vai ter contratação de preceptores totalmente custeados pelo Ministério da Saúde", disse Padilha.
A proposta de alteração do currículo da graduação em medicina foi anunciada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na segunda-feira (8). A ideia de ampliação do curso foi incluída na medida provisória promulgada pela presidente Dilma Rousseff que criou o programa Mais Médicos.
Porém, o estágio obrigatório proposto pelo governo federal não tem como objetivo suprir os postos de saúde com falta de profissionais, mas sim "que esse médico tenha uma formação melhor, mais preparada, com imersão e um banho da realidade de saúde da nossa população", explicou Padilha.
A avaliação do estudante será constante e, mesmo tendo sido aprovado em todas as disciplinas, um aluno poderá ser reprovado no estágio. Em casos de erro médico, o aluno, que terá um registro profissional provisório e atrelado à instituição de ensino, será responsabilizado, de acordo com o ministro.
Pela medida, os estágios começariam de fato a partir de 2021, quando a primeira turma de estudantes incluída no novo currículo entrar no sétimo ano de faculdade.
Debate no Conselho Nacional de Educação
Padilha explicou que o Conselho Nacional de Educação (CNE) terá seis meses para discutir e detalhar a proposta. Entre as características ainda não definidas do programa estão a grade horária a ser incluída no currículo atual e o dimensionamento da carga horária, incluindo quanto tempo o estudante deverá passar nos serviços de atenção básica e nos de urgência e emergência.
O CNE também vai definir quantos equipamentos de saúde precisarão estar ligados às faculdades e escolas de medicina. O estágio poderá ser feito nas unidades básicas de saúde (UBS), nas unidades de pronto atendimento (UPA), junto aos serviços de atendimento médico de urgência (Samu), nos pronto-socorros e emergências.
No caso das instituições particulares, uma coisa, segundo o ministro, já foi decidida: durante o estágio, o estudante não pagará mensalidade. Todos os alunos, de faculdades públicas ou privadas, serão remunerados no período.
Contra o registro provisório
Entidades médicas reagiram negativamente à notícia da reformulação do curso. Segundo o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d'Avila, uma das preocupações é sobre quem vai acompanhar os estagiários durante o serviço. "Ele é estudante, não pode atender sozinho sem supervisão direta presencial, não existe estudante que atenda sozinho por telefone."
Para d'Avila, o registro provisório é incompatível tanto com a formação quanto com a profissão. "Não existe meio médico, ou você é médico para o país inteiro ou não tem licença", afirmou ele ao G1. No entendimento do CFM, os possíveis erros médicos cometidos pelos estudantes terão que ser respondidos pela pessoal responsável pela supervisão de seus atos.
O ministro Padilha, porém, disse que apenas em casos nos quais fique clara a negligência do supervisor ele também responderá pelo erro.

*Ana Carolina pelo G1 São Paulo*
.

CONTINUA A DEBATE SOBRE CURSOS DE MEDICINA.

Escolas de medicina já estão inseridas no SUS, dizem alunos

PUBLICIDADE
 
SABINE RIGHETTi
DE SÃO PAULO
Mesmo sem terem sido afetados pela mudança dos cursos de medicina, os atuais alunos debatem o assunto em redes sociais e faculdades.
Os cursos terão dois anos de trabalho compulsório no SUS a partir de 2015, depois dos atuais seis anos de curso.
"Sou totalmente contra essa mudança", argumenta Daniele Battaglini, aluna do 4º ano da Furb (Universidade Regional de Blumenau), no interior de SC, e presidente do centro acadêmico.
"Já temos um terço do curso no regime de internato, com aulas práticas, em que atendemos pacientes do SUS com supervisão de professores. É o treinamento final para ser médico", afirma.
Hoje, os estudantes têm quatro anos de disciplina e mais dois anos de "internato" nos hospitais-escola, antes de receberem o diploma.
Depois, ainda seguem para a residência --as especializações, que podem durar até quatro anos, feitas em hospitais públicos ou privados.
Para Daniele, a obrigação de os alunos trabalharem para o governo por dois anos "fere o princípio de liberdade da Constituição".
família abastada
O argumento do governo é que os dois anos humanizariam a saúde pública, já que colocariam todos os estudantes em contato com o SUS.
Conforme levantamento feito pela Folha, os dois anos de internato nos hospitais-escola são, para a maioria dos estudantes de medicina, o único contato com o SUS.
A maioria deles vem de famílias abastadas. Nas universidades estaduais paulistas, por exemplo, a participação em medicina de quem veio de escola pública é bem inferior à média geral das instituições.
Na Unesp, apenas 2% cursaram colégio público, contra 40% no geral (veja quadro).
Na USP, 20% deles têm renda familiar superior a R$ 20 mil. Não há negros na turma ingressante em 2013.
"Os estudantes de medicina já estão inseridos no SUS", avalia Juliana Campanha, 29, do 5º ano na Unesp em Botucatu, interior de SP. "Eu atendo pelo SUS no hospital-escola da Unesp desde o 3º ano."
Roger Santana de Araújo, 19, do 2º ano de medicina da USP, considera que os alunos já contribuem para a sociedade via hospitais-escola.
"Só a medicina atende a sociedade de graça. Isso não acontece no curso de direito, por exemplo. Mas na medicina já atendemos pelo SUS nos hospitais-escola", diz.
Para ele, o problema do SUS é "mais fundo", como falta de recursos e falta de investimentos. "Se o SUS tivesse boas condições, os médicos iriam para o sistema público por vontade própria, como acontece no Reino Unido", diz.
Além disso, lembra Roger, o sistema não é composto só por médicos. "O SUS também precisa de enfermeiros, fisioterapeutas e afins."

sexta-feira, 12 de julho de 2013

JANTAR BAILE DO LIONS É NESTE SÁBADO.

JANTAR BAILE DO LIONS (1)*
O Lions Clube de Cerro Largo celebrou termo de compromisso
com a Associação Hospitalar de Caridade Serro Azul-AHCASA,
contando com o apoio da Associação Comercial e Industrial de
Cerro Largo,com o objetivo de realizar um projeto de aquisição
de equipamentos hospitalares. Foi criado o "Fundo AHCASA",
com a transferência de R$10.000,00,pelo Lions dos recursos
obtidos com o trabalho realizado na última Oktoberfest Missões.

JANTAR BAILE DO LIONS (2)*
O planejamento prevê ainda a realização de um projeto junto a
Fundação Lions Internacional (LCFI) para obtenção de R$200.000,00
a serem destinados no melhor aparelhamento do Hospital de Cerro Largo,
sendo que o "Fundo AHCASA " deverá alcançar o valor de R$60.000,00
que será a contrapartida da comunidade ao projeto.

JANTAR BAILE DO LIONS ( 3)*
Neste sentido, o Lions Clube de Cerro Largo estará realizando 
Jantar Baile no próximo sábado dia 13 de julho, cuja totalidade da
renda será em prol do "Fundo AHCASA ". O Lions convida a comunidade
regional a integrar este projeto de cunho social, colaborando com  a
aquisição de cartões que estão à venda com os integrantes do clube.

*matéria Coluna Bastidores -Luis H. Franqui-Folha da Produção- edição de 11.07.2013*

quinta-feira, 11 de julho de 2013

AMM e Condima promovem Conferência Regional de Meio Ambiente

AMM e Condima promovem Conferência Regional de Meio Ambiente


AMM e Condima promovem Conferência Regional de Meio Ambiente
A Associação dos Municípios das Missões (AMM), e o Conselho de Dirigentes e Técnicos Municipais de Meio Ambiente (Condima) realizam a 2ª Conferência Regional de Meio Ambiente - Política Nacional de Resíduos Sólidos, na próxima quinta-feira, dia 11 de julho, no Centro de Cultura de Santo Ângelo. O evento, que acontece das 9 às 18 horas, tem como objetivo aproximar as pessoas de uma das maiores preocupações do mundo atual: o que fazer com os resíduos sólidos. Serão debatidas questões locais, regionais e nacionais na busca por soluções ambientalmente corretas, socialmente justas e economicamente viáveis para os resíduos. Entre os eixos temáticos da Conferência estão a produção e Consumo Sustentáveis, a Geração de Emprego e Renda, e a Redução dos Impactos Ambientais.

A diretora de Meio Ambiente da Fundação dos Municípios das Missões (Funmissões), Rosane Grabia, que também é prefeita de Sete de Setembro, destacou que uma das finalidades da segunda edição da Conferência é "concentrar esforços para reduzir a geração de resíduos sólidos, assumir responsabilidades com a construção de uma sociedade sustentável e entender os resíduos com um bem econômico e de valor social, que gera trabalho e renda, além de promover a cidadania". A programação do evento inclui a escolha dos delegados que estarão representando a região na Conferência Estadual, que será realizada no período de 31 de agosto a 08 de setembro, em Porto Alegre. O presidente do Condima, Antonio Cardoso, ressaltou que a iniciativa é uma oportunidade para que os 26 municípios que integram a AMM parem suas atividades, e debatam a problemática dos resíduos sólidos, salientando que “hoje um dos maiores problemas enfrentados pelos gestores municipais é a destinação correta dos resíduos”. A 2ª Conferência Regional de Meio Ambiente é aberta a toda comunidade, com entrada gratuita, e entrega de certificado para todos os participantes. 
 
Por Karin Schmidt
Fonte: Assessoria de imprensa

quarta-feira, 10 de julho de 2013

PROJETOS DA UFFS TRAZEM BENEFICIOS.

ProExt2
A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) teve 18 projetos aprovados pelo Programa de Extensão Universitária (PROEXT) instituído pelo Ministério da Educação (MEC), com início em 2014. São cerca de R$845 mil recebidos do MEC para a realização de projetos e de programas que terão retorno para as regiões abrangidas pela instituição.Desse montante, 45% virá para a região do Campus Cerro Largo, em que foram aprovados seis projetos, quatro contemplados com recursos. Um deles é o trabalho intitulado “Programa interinstitucional de formação continuada dos trabalhadores em educação da região macromissioneira – noroeste do estado do Rio Grande do Sul”, que ficou em 14º lugar dos 253 projetos enviados por universidades públicas em todo o Brasil, na linha Educação. Ainda, foi a primeira classificada dentre as instituições do Rio Grande do Sul que concorreram dentro dessa linha temática.
O programa tem o objetivo de otimizar a educação pública básica na região, focando na interinstitucionalidade, na interdisciplinaridade e na interlocução entre os profissionais das instituições de Ensino Superior (IES) públicas e comunitárias e os profissionais das escolas estaduais e municipais. “Lembro, neste momento, do primeiro documento construído na UFFS - o documento-base da I Conferência de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS (COEPE) - que definiu como uma das ações prioritárias a Educação Básica e formação de professores. A proposta do programa, ao meu entendimento, contempla em plenitude as ações definidas nessa Conferência. Construímos coletivamente a proposta, o que lhe garante legitimidade em toda região de abrangência do Campus Cerro Largo e, agora, mais uma vez, o reconhecimento nacional”, comemora o coordenador do programa, Luiz Fernando Gastaldo.
O programa recebeu cerca de R$ 150 mil para a sua realização no período de 1 ano e envolveu 46 pessoas, entre docentes, técnicos-administrativos, bolsistas e membros da comunidade externa à UFFS.
Outro projeto que pode ser destacado, é o intitulado “Formação e institucionalização de incubadora tecno-social de cooperativas e empreendimentos econômicos solidários da Universidade Federal da Fronteira Sul no Campus de Cerro Largo/RS”. O programa também foi orçado em R$ 150 mil e envolve 25 pessoas entre professores e estudantes bolsistas do Campus, que realizarão o trabalho no período de 1 ano e meio. Segundo a coordenadora do programa, Louise de Lira Botelho, a criação de incubadoras responde a uma demanda da região. “O desenvolvimento local é uma das metas do curso de Administração e, a partir dos diálogos que tivemos com vários agentes e entidades, percebe-se uma procura por cooperativas, principalmente em suporte técnico e administrativo. É uma ideia inovadora que une as demandas externas e os objetivos da universidade”, explica  a professora.
Cultura e Meio Ambiente também foram temas de projetos
Outros quatro projetos foram aprovados pelo PROEXT. São eles: “Mbae´apó Mbyá-Guarani – Artesanato Mbyá-Guarani”, da professora Bedati Finokiet; “Dimensionamento de uma Unidade de Geração e Conversão Energética de Biogás”, coordenado pelo professor Bruno Munchen Wenzel; “Elaboração de um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) para o Município de Cerro Largo/RS”, do professor Fernando Henrique Borba e “Ciclos Formativos em Ensino de Ciências e Matemática”, do professor Roque Ismael da Costa Gullich.


TEMPO BOM CIDADE VAZIA.

O Comércio de Cerro Largo terá mais uma semana  de pouco movimento, visto que os agricultores devem aproveitar o tempo firme e sol fort...