quarta-feira, 28 de outubro de 2015

UFFS CERRO LARGO É SEDE DO 3º.SINPET.

Campus Cerro Largo é sede do 3º SINPET


 
23102015_TERCEIRO_SINPET_17_opt
“Esses eventos tornam notáveis as diversas atividades realizadas pelo programa”, com essa justificativa é que Fabrício Skupien, bolsista do PET Ciências, da 6ª fase de Ciências Biológicas, ressalta um dos pontos positivos do 3º Seminário Interno dos Programas de Educação Tutorial da UFFS (SINPET), realizado pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) no Campus Cerro Largo.
O evento foi organizado pelo Comitê Local de Assessoramento e Avaliação (CLAA/PET) e PETCiências do Campus, objetivando reunir os grupos do programa para a interlocução e o compartilhamento de experiências, além de debater os desafios na realização das atividades. Participaram os gupos de Assessoria Linguística e Literária da UFFS (Campus Chapecó), Práxis (Campus Erechim), Medicina Veterinária (Campus Realeza), Políticas Públicas e Agroecologia (Campus Laranjeiras do Sul), além do PET Ciências do Campus local.
O início das atividades ocorreu na manhã da sexta-feira (23), com a fala da professora Elena Blume, que foi tutora do PET por muitos anos na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Ela discorreu sobre a excelência acadêmica, mostrando os vários vieses que o programa pode possibilitar aos envolvidos.
Experiências na Educação
Na solenidade de abertura do encontro, o Pró-reitor de Graduação, João Alfredo Braida, destacou a relevância do PET, chamando a atenção para as “experiências que possibilita na educação”. A coordenadora acadêmica do Campus, Lauren Zamin, também destacou a importância desse “espaço de vivência que o PET possibilita”, dizendo estar muito satisfeita com as atividades desenvolvidas.
Para a bolsista do PET Ciências e acadêmica de Química, Rafaela Günzel, a troca de saberes é importante pois, “podemos entender sobre legislações que envolvem o programa, questões a nível nacional, e também trocar uma ideia com outros petianos sobre as atividades desenvolvidas nos outros campi”, enfatiza.
A professora integrante do Comitê Local de Acompanhamento e Avaliação de Educação Tutorial (CLAA) Judite Scherer Wenzel afirmou que “o evento possibilitou uma efetiva integração entre os programas. Na dinâmica da apresentação, os intergrupos petianos identificaram possibilidades, desafios e limitações além de um maior conhecimento sobre diferentes aspectos relacionados ao programa, como infraestrutura de cada Campus, apoio institucional, entre outros. Cada grupo destacou o comprometimento dos programas com as atividades de ensino, pesquisa e extensão elencando tal relação como um caminho para a excelência acadêmica”, finaliza professora Judite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO BOM CIDADE VAZIA.

O Comércio de Cerro Largo terá mais uma semana  de pouco movimento, visto que os agricultores devem aproveitar o tempo firme e sol fort...