quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

MINHA PRIMEIRA CATILINÁRIA.


Minha primeira catilinária
Postado em 16 de dezembro de 2015  por Juremir -correidopovo.com

Cícero, o pequeno

 Até quando ainda vais, PT, vender ilusões e jurar honestidade a esses cidadãos cansados de tanto roubo, tanta mentira e tanta hipocrisia? Até quando, PMDB, vais conspirar contra o governo e fingir-se de seu aliado? Até quando, PSDB, vais combater a corrupção alheia e jogar para baixo do tapete do judiciário a tua? Até quando, PT, vais abusar da nossa credulidade jurando que fizeste tudo pelo povo quando bem se vê que cuidaste dos teus interesses de poder? Até quando, PMDB, vais te fazer de inocente ao mesmo tempo em que abrigas investigados pelos piores crimes de corrupção e não moves uma palha para jogá-los do trem? Até quando, partidos políticos, vocês continuarão mentindo, enganando, fazendo leis contrárias aos interesses da nação e choramingando contra o descrédito da política?

Até quando, poderes, serão escolhidos e empossados homens sob suspeita, investigados pela polícia e pelo Ministério Público e de conduta duvidosa? Até quando, Fiesp, vais continuar apoiando golpes e propondo impeachment sem apresentar uma justificativa prevista na Constituição? Até quando, mídia, vais continuar fazendo papel de partido político e atirando o país ao precipício por conservadorismo e ideologia? Até quando, judiciário, vais protelar o julgamento do mensalão tucano? Até quando, PT, vais adiar a expulsão de José Dirceu, de João Vaccari e do senador presidiário Delcídio Amaral? Até quando, PMDB, vais dar guarida para Eduardo Propinas e Contas na Suíça Cunha? Até quando, Brasil, vais tolerar um Renan Calheiros na presidência do Senado com seu rosário de inquéritos  e acusações?

Até quando, brasileiro, vais defender um lado e atacar o outro fazendo de conta que são realmente diferentes em termos de honestidade? Até quando, derrotados de direita e de esquerda, vocês proporão atalhos em vez de tentar ganhar a próxima eleição? Até quando, Brasil, vais suportar imagens das casas de ministros e do presidente da Câmara de Deputados cercadas pela polícia? Até quando, classes abastadas, haverá protestos contra políticas assistenciais como o bolsa-família praticadas em qualquer país civilizado? Até quando, Brasil, ocuparemos os últimos lugares nos rankings de distribuição de renda e os primeiros nos de desigualdade social? Até quando, sociedade, vais pedir mais repressão para não admitir que não haverá saída enquanto o fosso entre ricos e pobres for simplesmente oceânico?

Até quando, governo, vais pedalar e inventar contabilidades criativas? Até quando, oposição, vais prolongar o terceiro turno? Até quando, extremistas, será pedida a volta da ditadura militar? Até quando, classe média, tentarás levar o país de volta a 1964? Até quando, juristas, a Constituição será lida de acordo com o interesse ideológico de cada um e não segundo o que consta em seus artigos? Até quando, presidente Dilma, a senhora se submeterá ao PMDB? Até quando, Brasil, precisaremos de alianças repugnantes em nome da governabilidade? Até quando, ex-presidente Lula, ouviremos denúncias sobre enriquecimento dos seus familiares sem esclarecimentos convincentes? Até quando continuaremos a afundar na lama política?

Até quando, República, serás ultrajada, violada e conspurcada pelos teus tribunos? Até quando votaremos em quem, eleito, já nos representa? Eis a primeira catilinária deste pequeno Cícero pós-moderno, eu, um franco-atirador cansado de guerra e pronto para a luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMM SEMPRE PRESENTE .

AMM ESTARÁ PRESENTE NO 2º ENCONTRO INTERNACIONAL DE GOVERNOS LOCAIS E REGIONAIS DOS POVOS JESUÍTICOS 23 de Novembro de 2017 Geren...