sexta-feira, 31 de março de 2017

Comissão pró-ponte Porto Xavier/San Javier busca apoio de governadores do Brasil e da Argentina

Comissão pró-ponte Porto Xavier/San Javier busca apoio de governadores do Brasil e da Argentina
31 de Março de 2017

Não tá morto quem peleia, diz o ditado popular. Por isso, a Associação dos Municípios das Missões (AMM) segue firme na luta pela construção da ponte em Porto Xavier. E mais um importante passo foi dado na tarde de sexta-feira (31),  durante a Reunião de Governadores Brasil Sul e Argentina, que ocorreu no Theatro São Pedro, em Porto Alegre. Após o evento, integrantes da comissão pró-ponte Porto Xavier (BR) e San Javier (AR) estiveram no Palácio Piratini com os governadores do RS/Brasil, José Ivo Sartori, e da província de Misiones/Argentina, Hugo Passalacqua.

As duas autoridades receberam um dossiê completo, contextualizando os argumentos para definir Porto Xavier como o local mais estratégico técnica e economicamente para receber a ponte internacional, conforme recente declaração do ministro dos Transportes e do diretor-geral do Dnit, em audiência pública realizada na capital federal.

“Sabemos que a decisão é política. Neste intuito, solicitamos a intervenção dos dois governadores junto aos presidentes do Brasil e da Argentina, quanto a divulgação oficial do resultado do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) que, finalmente, apontará a localidade que será contemplada com o investimento”, explicou o dirigente da AMM e prefeito de Entre-Iuís, Brasil Antonio Sartori, vice-presidente da comissão pró-ponte AMM.

Ponte missioneira
Prefeito de Porto Xavier e presidente da comissão pró-ponte da AMM, Vilmar Kaiser reiterou que é preciso continuar trabalhando e defendendo a ponte missioneira. “Temos o porto internacional habilitado para o comércio de importação e exportação, há mais de 50 anos, com toda a estrutura de serviços instalada. Além disso, o suporte de organismos federais necessários, que movimentam uma média anual de 12 mil cargas”, relatou Kaiser ao complementar que circulam nesta via, em média, 50 mil veículos de passeio e 180 mil pessoas por ano.

Também para o fortalecimento do turismo é de suma importância a viabilização da ponte Porto Xavier/San Javier, conforme salientou o diretor do Departamento de Turismo (Detur) da Funmissões, Ricardo Klein, que é prefeito de São Nicolau e tesoureiro da comissão pró-ponte AMM. “Porto Xavier se destaca como aquele que mais nos aproxima e identifica pela origem histórica, por fazer parte das Missões Jesuíticas Guarani. A ponte binacional vai expandir o turismo dos 26 municípios missioneiros”, evidenciou Klein.
O secretário de Relações Institucionais de San Javier, Hugo Gomes, e o secretário de Administração, Cristian Nunez, que representaram o intendente de San Javier, Enio Lemes, avaliaram positivamente o encontro com os governador do RS e da Província de Misiones. “Foi uma grande oportunidade dialogarmos com os governadores e contextualizarmos em documento formal que, assim como Porto Xavier, também San Javier conta com suporte logístico e de acessos pavimentados, interligando as duas rodovias federais (Ruta 14 e Ruta 12), que atravessam o território argentino de Norte a Sul”, ressaltou Hugo Gomes.

Integração bilateral
Antes do encontro com os governadores no Palácio Piratini, o presidente da AMM, Brasil Antonio Sartori; o prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser; o diretor do Detur e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein; o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Mercosul, Ovídio Kaiser; o secretário de Relações Institucionais de San Javier, Hugo gomes, e o secretário de Administração de San Javier, Cristian Nunez, participaram da Reunião de Governadores Brasil Sul e Argentina.
No encontro foi elaborada e assinada por autoridades brasileiras e argentinas a Carta de Porto Alegre, que inclui temas como a retomada do crescimento econômico do Brasil/Argentina e o avanço na integração do continente sul-americano, com a reativação do Mercosul. O documento sintetiza os interesses comuns dos estados e províncias para promover e aprofundar a integração bilateral, o desenvolvimento regional e a busca conjunta de novos mercados internacionais.

terça-feira, 28 de março de 2017

AMM participou de momento histórico em La Cruz, na Argentina

AMM participou de momento histórico em La Cruz, na Argentina
28 de Março de 2017

Emoção e fé. Estes foram os sentimentos que tocaram o coração de todos que tiveram o privilégio de estarem presentes em La Cruz/Corrientes/Argentina, na noite de segunda-feira (27), quando ocorreu, na entrada da cidade, a inauguração do Monumento en Memoria del “Reencuentro de la Gran Nación Misionera”. Conduzida pelos governos da Região Jesuítica Guarani, a iniciativa tem como propósito deixar um legado para a posteridade, de forma que as gerações futuras possam seguir defendendo este patrimônio herdado por seus antepassados.

Atendendo ao convite da intendência de La Cruz, a Associação dos Municípios das Missões (AMM) esteve representada no evento. Do início ao final da solenidade de inauguração, a comitiva missioneira foi surpreendida por muitos momentos especiais. Mas, sem dúvida, o mais marcante foi quando tocou o hino nacional.

Patrimônio imaterial
Ao se pronunciar, em nome da região das Missões, do Estado do Rio Grande do Sul, e do Brasil, o presidente da Associação e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antonio Sartori, destacou a grandiosidade do evento em sua mais pura essência, e, por várias vezes, foi aclamado com os aplausos calorosos do público. “Vivemos em um mundo capitalista. Porém, quando estamos numa ocasião como esta, em que o patrimônio imaterial se revela, o momento torna-se mágico. Jamais imaginei estar em uma cerimônia na Argentina ouvindo e cantando o hino do nosso país, além de ver o amor das crianças por sua pátria. É emocionante poder ouvir também o hino da Argentina e do Paraguai", disse Sartori.

Ele acrescentou que “ver de perto esta obra maravilhosa, significa que estamos no caminho certo, e que temos muito a trazer para o futuro destas crianças. Parabéns ao povo de La Cruz, ao povo argentino e ao povo da América do Sul por esta integração histórica”, finalizou o presidente da AMM, Brasil Antonio Sartori.

Comitiva missioneira
Acompanharam o dirigente da AMM/Funmissões para a cidade de La Cruz/Corrientes Argentina, o diretor do Departamento de Turismo (Detur) da Funmissões e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein; o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto; a secretária deTurismo, Cultura, Esporte e Lazer de São Borja, Caroline Batista Aquino; o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Mercosul de Porto Xavier, Ovídio Kaiser; o empresário José Roberto de Oliveira; o assesor de imprensa de São Borja, Darlan Santos, e a assessora de imprensa da AMM/Funmissões, Karin Schmidt.

Participaram do ato de inauguração do Monumento en Memoria del “Reencuentro de la Gran Nación Misionera”, autoridades municipais, eclesiásticas, imprensa, comunidade de La Cruz, e outros representantes do Brasil, Argentina e Paraguai.

Site AMM

domingo, 26 de março de 2017

AMM atua para participar de encontro entre autoridades do Mercosul

AMM atua para participar de encontro entre autoridades do Mercosul

26 de Março de 2017


E inserir na pauta a ponte internacional, cuja luta da região das Missões é Porto Xavier/San Javier
Durante assembleia mensal da Associação dos Municípios das Missões (AMM) e Fundação dos Municípios das Missões (Funmissões), que ocorreu na sexta-feira (24), em Bossoroca, foi formada a comissão pró-ponte AMM para trabalhar, em nome dos 26 municípios missioneiros, pela instalação do empreendimento em Porto Xavier.

Entre as ações em andamento está a participação da região das Missões no encontro de governadores, ministros e outras autoridades do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, que acontece na próxima sexta-feira (31), no Teatro São Pedro, em Porto Alegre, quando estará em discussão temas de grande repercussão e relavância relacionados ao Mercosul.

Para que fosse incluída na pauta a ponte internacional Brasil/Argentina, e também a participação da AMM, o dirigente da AMM/Funmissões, Brasil Antonio Sartori (PP), buscou reforço do parlamento gaúcho. “Solicitamos o apoio dos deputados estaduais, entre eles o presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, o missioneiro Eduardo Loureiro (PDT), e da presidente da União de Parlamentares do Mercosul, Zilá Breitenbach (PSDB), que nos honraram com suas presenças na reunião em Bossoroca”, salientou Sartori, que é prefeito de Entre-Ijuís.

Comprometimento do parlamento
Presença frequente nas assembleias da Associação, Loureiro renovou seu empenho com as reivindicações da AMM. “O presidente Brasil Sartori, de forma muito correta e oportuna, nos demandou que intermediássemos junto ao governo do Estado para inserir a ponte internacional, na pauta do encontro do Mercosul”, destacou o parlamentar, salientando que o momento será favorável, considerando que estarão presentes autoridades federais que detém exatamente este poder de decisão sobre a construção da ponte Brasil/Argentina. “Sempre defendemos que o lugar ideal, por ter melhores condições de infraestrutura técnica e econômica para receber a ponte, é Porto Xavier”, reafirmou Eduardo Loureiro, que por duas vezes presidiu a Associação dos Municípios das Missões.

Também esteve presente durante toda a assembleia em Bossoroca a deputada estadual, Zilá Breitenbach, membro da Comissão do Mercosul da Assembleia Legislativa Gaúcha, que fez um relato sobre a recente reunião que ocorreu em Posadas/Misiones/Argentina. Ela contou que deputados brasileiros e argentinos fizeram uma mesa de trabalho e definiram que a ponte internacional, unindo a Província de Misiones ao Rio Grande do Sul, independente do local, é a primeira prioridade. “Os parlamentares argentinos colocaram a importância de uma ponte que promova o desenvolvimento, mas não estava em discussão qual seria. É nessa linha que precisamos focar, pois o que falta é decisão política”, enfatizou Zilá.

Ela ressaltou ainda, que a ideia é realizar uma reunião na capital gaúcha na quinta-feira(30) com a representação dos deputados, para que se chegue a um entendimento antes do encontro do Mercosul. “Precisamos debater o que nós queremos defender quanto a construção da ponte internacional. Aproveito esta oportunidade para parabenizar a constante e atuante mobilização da Associação dos Municípios das Missões”, elogiou a deputada gaúcha.

Recursos do BID
O prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser, entregou ofício para a presidência da AMM solicitando a intervenção da Associação dos Municípios das Missões. "Pedimos o apoio para que seja incluído como prioridade no incremento da Rota turística das Missões, do comércio internacional e desenvolvimento regional, a construção da ponte internacional Porto Xavier/San Javier, com uma parcela dos recursos de 100 milhões de dólares, disponibilizados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para ações nas Missões Internacionais - Circuito Turístico da Ruta Jesuítica da Sudamérica", explicou Kaiser. A demanda foi aprovada por unanimidade, e a AMM já está tomando as devidas providências junto às autoridades competentes.

Comissão pró-ponte AMM
Presidente - Prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser (PP)
1º vice-presidente – Presidente da AMM/Funmissões e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antonio Sartori (PP)
2º vice-presidente – Prefeito de Rolador e vice-presidente da AMM, Paulo Peixoto (PMDB)
Secretário – Secretário de Desenvolvimento, Turismo e Mercosul de Porto Xavier, Ovídio Kaiser
Tesoureiro – Diretor do Departamento de Turismo (Detur) e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein (PP)

Site AMM

sábado, 25 de março de 2017

Convívio entre diferentes idades vai nortear o projeto Missões pela Vida

Convívio entre diferentes idades vai nortear o projeto Missões pela Vida
25 de Março de 2017
Convívio entre diferentes idades vai nortear o projeto Missões pela Vida
Presidente da Associação das primeiras-Damas da AMM, Iara Sartori, de Entre-Ijuís

Outono da Vida. Este será o tema do projeto Missões pela Vida, que é coordenado pelas primeiras-damas da AMM. Neste ano, as atividades serão desenvolvidas pela secretaria de Assistência Social, com o apoio das Secretarias de Saúde e de Educação dos 26 municípios missioneiros. “A proposta do projeto é trabalhar com pessoas a partir de 50 anos de idade, mas que conjugue com jovens e crianças, oportunizando o convívio e a troca de conhecimentos entre diferentes faixas etárias”, explicou a presidente da Associação das Primeiras-Damas da AMM, Iara Sartori, de Entre-Ijuís.

A temática, Outono da Vida, foi definida em reunião das primeiras-damas e representantes da assistência social, que ocorreu dia 24 de março, em Bossoroca, durante assembleia mensal da Associação dos Municípios das Missões. De acordo com Iara, está sendo muito bem preparado o cronograma de ações do projeto Missões pela Vida, que será entregue às primeiras-damas no próximo encontro, em abril, para que elas possam iniciar os trabalhos em seus municípios.

O coração não envelhece
“O intuito é que mais pessoas a partir dos 50 anos, inclusive os homens, participem, se cuidem, venham buscar orientações, mas principalmente, compartilhem seus valorosos conhecimentos com jovens e crianças”, contextualizou Iara Sartori ao reiterar que as secretarias de Assistência, Social, Saúde e Educação estarão trabalhando em conjunto para que todos os objetivos sejam concretizados.
A culminância do projeto Missões pela Vida – Outono da Vida, será em novembro. Ainda serão definidos data e município da AMM que vai sediar o evento. “Sempre é válido lembrar que, independente de idade, todos nós merecemos viver com dignidade e plenitude, pois o coração nunca envelhece”, concluiu Iara Sartori.

Site AMM

sexta-feira, 24 de março de 2017

Segurança e infraestrutra integraram debates em reunião da AMM

Segurança e infraestrutra integraram debates em reunião da AMM
Prefeito de Garruchos, João Carlos Scotto

Efetivo da Brigada Militar, ligações asfálticas e outros pleitos missioneiros permearam assembleia em Bossoroca
Quem esteve na assembleia mensal da Associação dos Municípios das Missões (AMM) e Fundação dos Municípios das Missões (Funmissões), que ocorreu em Bossoroca na última sexta-feira (24), pode acompanhar os relevantes assuntos que pautaram o encontro. Os convidados foram muito bem recepcionados pelo prefeito anfitrião, José Moacir Fabrício Dutra (PP), equipe da administração municipal e comunidade local. “É motivo de imensa satisfação recebermos em nosso município prefeitos, primeiras-damas, vereadores, deputados estaduais, imprensa e demais participantes, neste encontro que trata de alternativas para as demandas dos 26 municípios das Missões”, alegrou-se Dutra.

Preocupação com a segurança da população da região, foi um dos temas em destaque na reunião. Conforme levantamento que está sendo feito pela AMM junto aos prefeitos, a maioria dos municípios missioneiros está enfrentando sérios problemas devido a falta do efetivo da Brigada Militar. “Estamos ouvindo todos os chefes do Executivo para que possamos formalizar documento da Associação ao governador do RS reivindicando soluções urgentes, pois se trata da vida da nossa população”, alertou o dirigente da AMM e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antonio Sartori (PP).

À espera do progresso
Outro gargalo da AMM é a infraestrutura logística, fundamental para o desenvolvimento econômico e social. Por isso, a Associação segue mobilizada na luta pela pavimentação asfáltica nos acessos aos municípios de Garruchos, que, tão sonhado pelos moradores há mais de 40 anos, é considerado o maior trecho em todo o estado do RS, pois são 60 quilômetros de estrada de chão, em condições extremamente precárias; Pirapó, há mais de 20 anos o asfalto é aguardado pela população, o percurso de chão batido também é péssimo; de igual maneira o município de Ubiretama, cujas obras estão paradas. Já em Rolador, os serviços estão lentos, mas em andamento. Dos cinco municípios missioneiros sem acesso asfaltado, Eugênio de de Castro é o único onde estão sendo finalizados os trabalhos.

Na avaliação dos prefeitos de Garruchos, João Carlos Scotto (PP), e de Pirapó, Auri Kochhann (PMDB), a articulação política da AMM e a união dos prefeitos missioneiros, estão entre as perspectivas de que este sonho saia do papel e se torne realidade. “Vamos manter contato com o secretário estadual de Transportes, Pedro Westphalen. Assim como seguiremos pedindo o engajamento da bancada gaúcha na Assembleia Legislativa, em especial ao deputado Eduardo Loureiro (PDT), e deputada Zilá Breitenbach (PSDB), que participaram de nossa de nossa reunião em Bossoroca”, assegurou Brasil Antonio Sartori.

Site AMM

quinta-feira, 23 de março de 2017

REUNIÃO DA AMM SERÁ EM BOSSOROCA.

Bossoroca vai sediar assembleia da AMM
23 de Março de 2017
 
Na próxima sexta-feira (24), a partir das 9 horas da manhã, o CTG Sinuelo das Missões, em Bossoroca, será palco de relevantes demandas regionais, durante assembleia mensal da Associação dos Municípios das Missões (AMM) e Fundação dos Municípios das Missões (Funmissões).

Cirurgias no hospital Santo Ângelo, tratativas pós audiência com o ministro dos Transportes quanto a ponte Porto Xavier/San Javier, cinquentenário da Associação dos Municípios das Missões, turismo missioneiro, ações que estão sendo desenvolvidas pelas primeiras-damas da AMM, entre outros temas, integrarão a pauta do encontro, que será conduzido pelo presidente da AMM/Funmissões e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antonio Sartori.

Prefeito anfitrião, José Moacir Fabrício Dutra destacou a satisfação da administração municipal e comunidade de Bossoroca, em receber todos os mandatários missioneiros, primeiras-damas, secretários, imprensa e vereadores. "Além da importância da reunião para os 26 municípios da região, quando também estarão reunidos os secretários municipais de Saúde, estamos nos organizando para bem acolher todos os participantes", evidenciou Dutra.

Site AMM

terça-feira, 21 de março de 2017

UFFS AGORA TEM EDITORA.

Editora UFFS entra em funcionamento

Conselho Editorial realizou a primeira reunião e escolheu presidente e vice
Diretoria de Comunicação 
Publicado em: 20 de março de 2017 14h30min / Atualizado em: 21 de março de 2017 15h24min

O Conselho Editorial da Editora UFFS reuniu-se para sua primeira reunião ordinária no último dia 16 de março. Em pauta, a eleição do primeiro presidente e vice-presidente e o início do recebimento das primeiras obras.
Conforme o regimento da Editora, compete ao Conselho Editorial, entre outras atribuições: elaborar a política editorial e definir as linhas editoriais das publicações da Editora; instituir comissões para finalidades editoriais específicas; promover a cultura da publicização dos resultados da Pesquisa, do Ensino e da Extensão para um público amplo; aprovar a publicação dos originais encaminhados à Editora e obras a serem coeditadas, valendo-se de pareceres técnicos.

O conselho é formado pelo diretor da Editora e por docentes dos campi da UFFS de três grandes áreas do conhecimento: Ciências Matemáticas, Naturais, Engenharias e Computação; Ciências Médicas e da Saúde, Agronômicas e Veterinárias; e Ciências Humanas, Sociais e Artes. O presidente e o vice-presidente são escolhidos entre seus membros para um mandato de dois anos. Para a primeira gestão foram escolhidos os docentes Marlon Brandt, do Campus Chapecó, como presidente, e Antonio Marcos Myskiw, do Campus Realeza, como vice.

Quanto às linhas editoriais, o diretor da Editora UFFS, Valdir Prigol, esclarece que nesse primeiro momento serão recebidas obras em duas linhas editoriais: acadêmica e didático-pedagógica. “Estamos prevendo que a partir do mês de abril já iniciamos o recebimento de obras que se encaixem nessas linhas. Esperamos poder editar cerca de 6 obras neste ano”, afirma.
O diretor lembra que a Editora UFFS é voltada, prioritariamente, para a edição de e-books. “Só publicaremos livros impressos nos casos em que o autor obtiver financiamento ou custear a impressão. Acreditamos que a publicação on-line é um salto na direção da democratização do acesso aos livros”, salienta Prigol.

Para o reitor, Jaime Giolo, esse é mais um passo significativo para a UFFS. “A atividade editorial é bastante importante nesse meio científico em que vivemos. Ter uma editora dentro da nossa Instituição faz parte desse processo acadêmico de incentivar a produção intelectual de nossa comunidade acadêmica e da comunidade onde estamos inseridos. É um demonstrativo, também, da maturidade intelectual de uma universidade poder editar suas próprias obras. O fato de editarmos prioritariamente e-books ainda nos coloca em um patamar mais destacado, no sentido de fortalecer os laços com os leitores, que não são mais apenas os pares científicos. Há muitas pessoas fora do meio acadêmico que buscam e que têm como fonte o saber da academia. E essas pessoas estão, certamente, voltadas para a era digital. Então, publicar e-books, sobretudo gratuitos, é uma forma de também acompanhar a contemporaneidade”, afirma Giolo.
Conforme o regimento, a Editora UFFS está ligada à Diretoria de Comunicação. As obras editadas serão publicadas e disponibilizadas gratuitamente na página da Editora no site da UFFS. Contate editora@uffs.edu.br para mais informações sobre a edição e publicação de obras.

segunda-feira, 20 de março de 2017

OPERAÇÃO TAPA BURACO.

O Setor de Obras comandado pelo Secretário Nico Mumbach
segue tentando tapar os buracos nas ruas asfaltadas da cidade.
O tempo com muita chuva e a falta de asfalto atrasou este
serviço que já era para estar concluído.
Como a previsão é de bastante umidade neste
outuno ,certamente não nos livraremos destes queridos
buracos nas ruas de nossa cidade.

sexta-feira, 17 de março de 2017

JOGOS CARLOS CULMEY VOLTAM EM 2017.

Os Jogos Internacionais Carlos Culmey voltam a ser
realizados em 2017 com mais 3 municípios novos incluídos:
São Pedro do Butiá , Alecrim e Porto Vera Cruz.
Esta decisão ocorreu no Congresso técnico realizado em
Cunha Porã SC dia 11 de março.
A edição deste ano será realizada em CUNHATAI SC
nos dias 24,25 e 26 de novembro de 2017.
Em 2018 os jogos serão em MonteCarlo e em 2019 em 
Puerto Rico.

quinta-feira, 16 de março de 2017

PROFESSOR TIAGO DA UFFS É CONTEMPLADO COM BOLSA DE PRODUTIVIDADE.

Professor na área de Física do Campus Cerro Largo é contemplado com Bolsa de Produtividade

A bolsa é concedida para os pesquisadores com alto nível de produção científica e excelente currículo

Assessoria de Comunicação do Campus Cerro Largo 
Publicado em: 14 de março de 2017 10h45min / Atualizado em: 14 de março de 2017 15h30min

Periodicamente, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) concede bolsas de Produtividade em Pesquisa para pesquisadores das mais diversas áreas do conhecimento. Na UFFS – Campus Cerro Largo, o professor de Física (Astronomia), Tiago Vecchi Ricci, foi um dos contemplados em sua área. A Bolsa de Produtividade é dividida por áreas e dada a pesquisadores do Brasil que possuem alto nível de produção científica e um excelente currículo. Para o professor Tiago, além do apoio financeiro, essa bolsa abre muitas portas: “O pesquisador passa a ser visto com outros olhos, pois dá um status melhor frente ao CNPq e no meio acadêmico. Se eu encaminhar pedido de bolsa de Iniciação Científica ou participar de uma chamada universal, por exemplo, ganho pontos adicionais”, afirma.
Além do status profissional, a instituição a qual o pesquisador é vinculado também eleva seu prestígio. Conforme o parecer escrito pelo Conselho Deliberativo do CNPq, “será uma grande contribuição para prestigiar uma universidade séria com uma atuação numa região de fronteira muito sensível e de grande impacto social”. Tiago é o primeiro professor do Campus Cerro Largo a ser contemplado com essa bolsa e um dos primeiros de toda a UFFS.
O jovem professor iniciou sua carreira docente há cerca de um ano na UFFS – Campus Cerro Largo, porém há muito trabalha como pesquisador, quando entrou na Iniciação Científica, durante a Graduação. Ele é bacharel em Física pela USP e cursou Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado também na Universidade de São Paulo. Já tem mais de 100 citações em trabalhos e sua experiência é na área de Astronomia.
Dicas para estudantes
Para quem está iniciando uma carreira acadêmica, independentemente da área em que atua, o professor dá duas dicas de como ser um cientista produtivo:
1) Dedique-se muito na Graduação. “Aprenda muito bem as ferramentas básicas que a Graduação oferece a você, porque assim estará preparado para fazer Pós-Graduação em qualquer lugar do mundo”;
2) Escolha participar de um grupo produtivo. “Escolha fazer uma Pós-Graduação em grupos de pesquisa de reconhecida excelência. Isso será útil, não só para a sua formação como cientista, como também para construir um bom currículo. Ambos os fatores são essenciais para conseguir as melhores posições de trabalho como pesquisador no futuro. É muito importante que, ao começar a fazer essa procura pela Pós-Graduação, o aluno converse bastante com o maior número de pessoas possível para conseguir informações sobre com quem ele vai trabalhar durante alguns anos".
O projeto
O projeto submetido ao Bolsa de Produtividade é uma parceria entre a UFFS, USP e UFSC. Intitula-se “Diving – Deep IFS View of Nuclei of Galaxies”. Tiago explica: “Pretendemos analisar todas as galáxias mais brilhantes do céu, localizadas do hemisfério sul. Assim, quando conseguirmos analisar todas as galáxias de um certo grupo, poderemos afirmar quantas delas possuem determinados fenômenos físicos e quantas possuem outro. Estes números podem nos ajudar a entender a evolução do Universo e também o porquê de o Universo ser do jeito que ele é hoje”.
O Mestrado e Doutorado de Tiago, ambos em Astronomia, comprovaram a eficácia das metodologias de análises que eles utilizam neste projeto. O projeto está na fase de observação das galáxias.

terça-feira, 14 de março de 2017

PONTE INTERNACIONAL PORTO XAVIER/SAN JAVIER.

Melhor local para construção da ponte internacional é Porto Xavier, afirmam ministro dos Transportes e diretor do Dnit
14 de Março de 2017
Declaração foi durante audiência com a bancada federal gaúcha, que contou com representação da AMM

Embora ainda não seja uma definição oficial, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Valter Casimiro, e o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, disseram, com todas as letras, que de acordo com o Estudo de Viablidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), economicamente Porto Xavier é o local mais adequado para construção da ponte internacional entre Brasil e Argentina.

Afirmação que foi ratificada pelo senador Lasier Martins, durante audiência pública realizada em Brasília na tarde de terça-feira (14), no gabinete do ministro, que reuniu mais de 100 participantes. "Na parte de construção, foi identificado no EVTEA que a ponte em Porto Xavier seria mais viável e mais barata para o governo. Issso, contando não apenas a questão da locação, mas também os acessos necessários para fazer a ligação a esta ponte", destacou o diretor-geral do Dnit, Valter Casimiro.

De acordo com o ministro, não há disponibilidade no orçamento da União de recursos previstos para construção das pontes (Porto Xavier/San Javier, Porto Mauá/Alba Posse e Itaqui/Alvear). A proposta, é fazer uma concessão da ponte de Uruguaiana para que seja viabilziada a construção de uma das três pontes.
Presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Brasil Antonio Sartori explicou que, como o estudo apontou incapacidade técnica financeira, o ministro Quintella determinou que o Dnit faça um estudo financeiro detectando se o Brasil pode bancar com verba pública. "O prazo deste resultado ficou estabelecido em seis meses e, na minha percepção, das três pontes, saio convicto de que a primeira a ser construída será em Porto Xavier", Frizou Sartori, que é prefeito de Entre-Ijuís.

Próxima etapa
O dirigente da AMM ressaltou que na reunião da região das Missões com autoridades argentinas, prevista para o próximo dia 31 de março, estará presente uma comissão da AMM composta por integrantes do poder público e iniciativa privada. "O ministro dos Transportes sinalizou que o governo argentino não tem a ponte internacional entre as prioridades. Vamos dialogar a respeito com os intendentes e demais autoridades da Argentina", evidenciou Sartori.

Prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser reiterou a satisfação com o resultado da audiência. "Para mim está claro: técnica e economicamente, Porto Xavier é o local mais indicado para receber a ponte. Com o apoio do presidente da AMM, que abraçou esta luta, dos empresários e de toda a população missioneira, que há mais de 50 anos vêm lutando e acreditando na ponte Porto Xavier/San Javier, muito em breve teremos uma resposta oficial e positiva do governo federal", incentivou Kaiser ao lembrar que o diretor do Dnit, Valter Casemiro, colocou o EVTEA ao dispor para quem tivesse dúvidas quanto às características que comprovam porque Porto Xavier tem mais condições técnicas e econômicas para construção deste empreendimento.

Turismo
Com o mesmo entusiasmo, o diretor do Detur/Funmissões, Ricardo Klein, que é prefeito de São Nicolau, contextualizou que também para o desenvolvimento do turismo será de suma importância a instalação da ponte na região das Missões. "Temos a Ruta Jesuítica da Sudamérica, envolvendo Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia, o Caminho Internacional das Missões, atrativos turísticos nos 26 municípios missioneiros, que serão fortalecidos com a vinda de mais investidores e visitantes para a região", acrescentou Klein.

A audiência pública foi agendada pelo deputado federal Jerônimo Goerguen e reuniu mais de 100 participantes. Senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, imprensa e outras lideranças estaduais e federais. Representaram a AMM, o dirigente da Associação e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antonio Sartori, o diretor do Detur e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein e o prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser, que entregaram ao ministro Quintella uma cópia do estudo técnico da região das Missões, da carta pró-ponte Porto Xavier San Javier, assinada por autoridades brasileiras e argentinas, entre outros documentos formalizados em ofício da Associação dos Municípios das Missões.

No decorrer do dia, os prefeitos missioneiros estiveram na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, em busca de apoio para os pleitos da região das Missões. A recuperação, duplicação e concessão da BR 386, integrou a pauta da audiência pública em Brasília.

Site AMM

sexta-feira, 10 de março de 2017

AMM SEGUE BATALHANDO PELA PONTE INTERNACIONAL.

Comitiva da AMM vai se reunir com ministro dos Transportes e bancada federal gaúcha
10 de Março de 2017
Ponte internacional será o principal tema do encontro

Na próxima terça-feira (14), às 16h30min, prefeitos da Associação dos Municípios das Missõees (AMM) estarão participando de audiência com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, em Brasília. Integram os assuntos da pauta a ponte internacional Brasil/Argentina. A audiência, que foi agendada pelo deputado federal, Jerônimo Goergen, contará com a presença da bancada federal gaúcha, entre outras lideranças.

"Nossa luta é pela construção da ponte em Porto Xavier/San Javier, mas acima de tudo, estamos mobilizados para que seja divulgado pelos governos dos dois países, o resultado oficial do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA), que vai apontar o local contemplado com o empreendimento" reiterou Brasil Sartori. A comitiva missioneira vai cumprir outras agendas na capital federal, que estão sendo viabilizadas pelo deputado federal, Luiz Carlos Heinze, e outros parlamentares gaúchos.

Conforme deliberado em reunião realizada com prefeitos missioneiros, na quinta-feira (9), em Cerro Largo, estarão representando a AMM o presidente da entidade e prefeito de Entre-Ijuis, Brasil Antonio Sartori, o prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser, o diretor do Departamento de Turismo (Detur) e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein.

Outros relevantes assuntos de interesse dos 26 municípios da região das Missões foram tratados entre os os prefeitos de Caibaté, Amauri Pires da Silva; Cerro Largo, Valter Spies; Dezesseis de Novembro, Ademir Gonzato; Giruá, Rubem Weimer; Porto Xavier, Vilmar Kaiser; Santo Antônio das Missões, Puranci Barcelos dos Santos; São Nicolau, Ricardo Klein; São Miguel das Missões, Hilário Casarin, além dos vice-prefeitos de Bossoroca, João Alberto do Nascimento; Guarani das Misssões, Leandro Wastowski e de Roque Gonzales, Paulo Justen, durante o encontro que ocorreu na sede da Associação dos Municípios das Missões, que foi conduzido pelo dirigente da AMM, Brasil Antonio Sartori.

site AMM

quinta-feira, 9 de março de 2017

UFFS MANTÉM EXCELÊNCIA NA AVALIAÇÃO DO INEP..

UFFS mantém conceito de excelência subindo 7 posições em avaliação de qualidade da Educação Superior

“Sob todos os pontos de vista, temos razões para regozijo e para agradecer o esforço da nossa comunidade universitária”, afirma o Reitor da UFFS, Jaime Giolo.

Diretoria de Comunicação 
Publicado em: 09 de março de 2017 23h35min / Atualizado em: 09 de março de 2017 11h41min

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na quarta-feira (8) os Indicadores de Qualidade da Educação Superior 2015. Para entrar na categoria de excelência, uma instituição precisa chegar às faixas 4 ou 5 no Índice Geral de Cursos (IGC) – um dos indicadores avaliados – que vai de 1 a 5. Nesse indicador, a UFFS figura com conceito 4 ao lado de instituições consolidadas do cenário brasileiro. No ranking nacional das instituições avaliadas, a UFFS aparece na 33ª posição, subindo 7 posições em relação ao último índice divulgado, em 2014.
Para o reitor da UFFS, Jaime Giolo, os resultados dos sistemas avaliativos não devem ser assumidos como padrões 100% objetivos. “O que precisamos assumir e reconhecer é a virtude que esses sistemas têm de nos dar uma fotografia aproximada da situação educacional brasileira em nível de instituição de ensino. O fato de a UFFS figurar na 33ª posição entre todas as instituições avaliadas mostra, em primeiro lugar, nossa evolução em relação à avaliação anterior. Em segundo lugar, demonstra nosso excelente desempenho no cenário nacional e, em terceiro lugar, aponta a seriedade com a qual a UFFS assumiu seus compromissos”, analisa. “Sob todos os pontos de vista, temos razões para regozijo e para agradecer o esforço da nossa comunidade universitária”, finaliza Giolo.
Como funciona a avaliação
Anualmente o Inep avalia o Ensino Superior através de indicadores, que são três: Conceito Enade; Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Eles mantêm relação direta com o Ciclo Avaliativo do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e, portanto, são avaliados segundo as áreas de avaliação vinculadas a um dos três ciclos. A cada ano um grupo diferente de curso é avaliado. A cada três anos, todos os cursos são apreciados. Em 2015, três cursos da UFFS participaram do exame: Administração (Campus Chapecó – conceito 5), Administração (Campus Cerro Largo – conceito 4) e Ciências Econômicas (Campus Laranjeiras do Sul – conceito 3).
Conceito Enade (CE) é um indicador de qualidade calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos de Graduação no Enade. O indicador é resultante da média ponderada da nota padronizada dos concluintes na prova de Formação Geral (10 questões, sendo 8 objetivas e duas discursivas, comum para todas as áreas avaliadas) e na de Conhecimento Específico (30 questões, sendo 27 objetivas e três discursivas). Em 2015, 3,4% dos concluintes que fizeram o Enade obtiveram o conceito 1; 26,9%, o conceito 2; 42,7%, o conceito 3; 18,8%, o conceito 4 e 5%, o conceito 5. O Curso de Graduação em Administração, do Campus Chapecó, obteve o conceito máximo (5) nesse indicador, figurando entre os 7 melhores avaliados da Região Sul do País.
Conceito Preliminar de Curso (CPC) leva em consideração o Conceito Enade, os dados obtidos por meio do questionário do estudante e nos dados dos professores obtidos no Censo da Educação Superior. São considerados por exemplo, o número de mestres e doutores na instituição, percepções dos estudantes sobre organização didático-pedagógica, infraestrutura e oportunidades de ampliação da formação acadêmica e profissional.
Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) é calculado com base no CPC e em avaliações dos cursos de pós-graduação feitas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Para que todos os cursos da instituição sejam considerados, o cálculo é feito com base nos três últimos CPCs.
www.uffs.edu.br

quarta-feira, 8 de março de 2017

CURSOS DE GRADUAÇÃO NA UFFS VAGAS REMANESCENTES.

Diretoria de Comunicação
Publicado em: 08 de março de 2017 21h50min / Atualizado em: 08 de março de 2017 10h53min


Iniciam nesta quarta-feira (8) as inscrições para o processo seletivo de seleção de candidatos para vagas remanescentes do processo seletivo 2017/1 para ingresso nos cursos de Graduação da UFFS. O processo seletivo é regido pelo Edital Nº 204/UFFS/2017.
Podem participar os candidatos que tenham concluído o Ensino Médio até o ano de 2016 e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nas edições 2009 a 2016, que tenham obtido, no mínimo, 300 pontos na prova de redação e não tenham zerado nenhuma das demais provas.
Para que a nota do ENEM seja válida neste processo seletivo, o(a) candidato(a) deverá ter concluído o Ensino Médio até, no máximo, no ano da edição do ENEM de sua escolha.

São ofertadas 186 vagas em cursos de Graduação para os campi Laranjeiras do Sul e Realeza-PR, Cerro Largo e Erechim-RS. As vagas, por curso e campus, consideram a política de reserva de vagas da Instituição.
Campus Laranjeiras do Sul: Ciências Econômicas (4 vagas); Engenharia de Alimentos (16 vagas); Engenharia de Aquicultura (29 vagas); Interdisciplinar em Educação do Campo (20 vagas).
Campus Realeza: Nutrição (4 vagas).
Campus Cerro Largo: Engenharia Ambiental e Sanitária (22 vagas); Química (6 vagas)
Campus Erechim: Ciências Sociais (26 vagas); Filosofia (29 vagas); Geografia (14 vagas); História (16 vagas).

Inscrição
A inscrição deverá ser realizada presencialmente na Secretaria Acadêmica do Campus de oferta do curso, até o dia 10 de março, nos locais e horários abaixo:
Campus Laranjeiras do Sul:
Rodovia BR 158, km 405, s/n, na Secretaria Acadêmica (sala 103 – Bloco A), nos horários das 8h30 às 11h30 ou das 13h30 às 16h30. Telefone para contato: (42) 3635-0039 ou 0040.
Campus Realeza:
Avenida Edmundo Gaiesvski, nº 1000, acesso pela Rodovia PR 182, na Secretaria Acadêmica (sala 103 – Bloco A), nos horários das 8h30 às 11h30 ou das 13h30 às 16h30.
Telefones para contato:(46) 3543-8313 ou 8330.
Campus Cerro Largo:
Avenida Jacob Reinaldo Haupenthal, nº 1580, em frente ao Parque Municipal de Exposições, na Secretaria Acadêmica (sala 203 – Bloco A). nos horários das 8h30 às 11h30 ou das 13h30 às 16h30. Telefone para contato: (55) 3359-3959.
Campus Erechim:
Rodovia ERS 135, Km 72, nº 200, na Secretaria Acadêmica (sala 102 – Bloco A), nos horários das 8h30 às 11h30 ou das 13h30 às 16h30.
Telefones para contato: (54) 3321-7031 ou 7068.

A divulgação dos resultados está prevista para o dia 14 de março, e as matrículas iniciam no dia 16 de março.

terça-feira, 7 de março de 2017

AMM SEDIA CAPAÇITAÇÃO PARA GESTORES EDUCACIONAIS.

AMM está sediando capacitação para os gestores educacionais missioneiros

Também ocorrerá a primeira reunião regional de secretários municipais de Educação

Mais de 22 prefeituras da Associação dos Municípios das Missões (AMM) estirão representadas nos dias 7 e 8 de março na capacitação para os novos gestores educacionais da região das Missões, que ocorreuna sede da Associação, em Cerro Largo. Os trabalhos serão  coordenados pelo mestre em Política e Gestão Educacional do Simae (Sistema de Monitoramento e Apoio Educacional), Darci Bueno da Silva.

O enfoque será embasado nas novas legislações educacionais e programas do governo federal, pois a cada ano que passa, por meio do MEC e FNDE, estão sendo disponibilizados mais sistemas de monitoramento e apoio aos municípios. "As prefeituras não conseguem a liberação de recursos se não atenderem devidamente a todas às exigências solicitadas", explicou Darci. Plano municipal de educação, plano de carreira, lei de sistemas municipais de educação, lei da gestão democrática, entre outros temas, foram abordados no encontro.

No dia 8 , acontecerá a primeira reunião com os secretários municipais de Educação das Missões. A coordenadora regional da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Tânia Maris Scola, que é secretária de Educação de Entre-Ijuís, juntamente com o vice-coordenador e secretário de Educação de Cerro Largo, Edgar Ferst, fizeram uma explanação sobre as deliberações da Undime, de acordo com a reunião que participaram na semana passada, em Porto Alegre.

"Todos os assuntos tratados na capacitação serão de grande valia para os gestores educacionais. De igual forma, as informações que repassamos sobre a Undime", destacou Tânia Maris Scola, que também é a secretária regional de Educação da AMM.

Site: AMM

segunda-feira, 6 de março de 2017

PRESIDENTE DA AMM NA ABERTURA DA EXPO DIRETO.

Presidente da AMM participou da abertura oficial da Expodireto
06 de Março de 2017
O dirigente da Associação aproveitou para dialogar com parlamentares gaúchos sobre as demandas missioneiras
Representando os 26 municípios da região das Missões, o presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Brasil Antonio Sartori, esteve presente na abertura oficial da 18ª Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, que ocorreu na manhã de segunda-feira (6). A solenidade contou com a presença do do governador do RS, José Ivo Sartori, além de lideranças municipais, estaduais e federais, imprensa, empresários e outros segmentos que atuam no setor.

Conforme destacou o dirigente da AMM, a Expodireto oferece o que há de mais avançado quando se fala no mercado do agronegócio. Segundo a organização, nesta edição serão mais de 500 expositores nacionais e internacionais de máquinas e equipamentos para a produção vegetal e animal, pesquisa, agricultura familiar, serviços, instituições financeiras e entidades vindos de pelo menos 70 países.

Quanto aos pronunciamentos, Brasil Antonio Sartori destacou que embora alguns foram norteados pelo clima de otimismo, também foi muito bem evidenciada a difícil situação financeira que se encontra a maioria dos municípios brasileiros. "A revisão urgente do Pacto Federativo para que as prefeituras tenham uma divisão justa dos recursos do bolo tributário, em que os municípios ficam com a menor fatia e, com isso, quem mais sofre é a comunidade com a limitação dos atendimentos em todos os setores, foi fortemente abordada do evento", contou Brasil Sartori, que é prefeito de Entre-Ijuís.

O presidente da Associação dos Municípios das Missões acrescentou ainda que durante a programação de abertura em Não-Me-Toque, esteve reunido com várias autoridades federais e estaduais em busca de apoio para as demandas da região.

Na próxima sexta-feira (10), último dia da feira, às 14 horas acontecerá a audiência pública da Comissão de Agricultura do Senado, cujo enfoque será a Reforma na Previdência Rural. O painel será conduzido pela senadora Ana Amélia Lemos. Prefeitos, vice-prefeitos, produtores rurais, secretários municipais de Agricultura, vereadores, movimentos sindicais e outros representantes dos 26 municípios da da AMM estão se mobilizando para participarem da audiência

Site AMM.

sexta-feira, 3 de março de 2017

DIRETORIA DA AMM E O TURISMO REGIONAL.

Diretoria da AMM se reúne para tratar de demandas do turismo
03 de Março de 2017
 Diretoria da AMM se reúne para tratar de demandas do turismo
Presidente da AMM(direita), Brasil Antonio Sartori; diretor do Detur, Ricardo Klein e vice-presidente da AMM, Paulo Peixoto.
Cronograma de ações sobre o turismo missioneiro, pautou reunião que ocorreu na tarde de sexta-feira (03) na sede da Associação dos Municípios das Missões (AMM), em Cerro Largo. Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da AMM/Funmissões e prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Antônio Sartori, com o apoio do diretor do Departamento de Turismo (Detur) da Funmissões, Ricardo Klein, que é prefeito de São Nicolau.

Calendáro de eventos permanentes dos 26 municípios missioneiros; Rota Sudamérica; representação da região em eventos regionais, estaduais, nacionais e internacionais, e outros temas prioritários para a divulgação e expansão do turismo, foram discutidas no encontro. "Nos reunimos hoje para nos inteirarmos das iniciativas que estão em andamento e serão intensificadas a partir de agora, bem como outras atividades que serão desenvolvidas para fortalecer as potencialidades turísticas de todos os municípios da AMM", destacou o dirigente da Associação, Brasil Antônio Sartori.

Conforme salientou o diretor do Detur/Funmissões, Ricardo Klein, "na próxima assembleia da AMM, dia 24, em Bossoroca, serão apresentadas para todos os prefeitos as deliberações que envolvem o setor de turismo da região". Também participaram da reunião o vice-presidente da AMM e prefeito de Rolador, Paulo Peixoto, o prefeito anfitrião, Valter Spies, o secretário Executivo da AMM, Norberto Schoffen, primeiras-damas, entre outros.

Site AMM.

PRIMEIRAS DAMAS DA AMM PLANEJAM AÇÕES.

Primeiras-damas da AMM preparam planejamento de ações
03 de Março de 2017
Primeiras-damas da AMM preparam planejamento de ações
Presidente das Primeiras-Damas da AMM, Iara Sartori

Promover iniciativas direcionadas à cidadania e desenvolvimento social dos 26 municípios missioneiros, estão entre as prioridades das primeiras-damas da Associação dos Municípios das Missões (AMM). Neste sentido, foi realizada uma reunião na sexta-feira (03), na sede da AMM, em Cerro Largo, que foi permeada pelo projeto "Missões pela Vida", que neste ano será norteado pela Assistência Social, com o apoio de outras parcerias.
A presidente das primeiras-damas das Missões, Iara Sartori, de Entre Ijuís, conjuntamente com a vice-presidente, Ronise Mielke Langer, de Rolador; primeira-dama anfitriã, Loiva Maria Spies; primeira-dama de Eugênio de Castro, Lisete Zweigle, entre outras representantes da diretoria, iniciaram o planejamento das atividades que serão desempenhadas para viabilizar o projeto "Missões pela Vida".

"No dia 24 de março, em Bossoroca, a proposta, com a ideia de trabalhar com os idosos, vai ser exposta para aprovação e sugestões das primeiras-damas dos 26 municípios da região", ressaltou Iara, ao convidar: "desde já, contamos com a presença de todas ".


Site AMM

ORGANIZAÇÃO DA FEIRA INTERNACIONAL MISSIONEIRA.

Organização da Feira Internacional Missioneira, marcou participação da AMM na reunião dos 30 Povos Jesuítico-Guarani 15 de Agosto de 2017...