domingo, 4 de junho de 2017

EMPREENDEDORISMO EM ALTA.

Editorial do Presidente

Quatro em cada dez brasileiros com idade entre 18 e 64 anos escolhem o mundo dos negócios como fonte de renda. Conforme revela a nova pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2015, a taxa de empreendedorismo no País é de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos e quase o dobro do registrado em 2002, quando a taxa era de 20,9%.
Este número nos faz perceber que o empreendedorismo tornou-se, principalmente no último ano, uma alternativa da população em meio à crise econômica pela qual atravessa o País. Neste sentido, é primordial seguir aperfeiçoando as políticas governamentais, o apoio financeiro - como adequação das linhas de crédito à realidade do empreendedor - , bem como ampliar os esforços na educação e capacitação destes empresários e futuros empreendedores.
Por outro lado, é notável que o empreendedorismo está no DNA do brasileiro, que prefere ter o próprio negócio do que fazer carreira numa empresa, por exemplo. Hoje, organizações de apoio como o SEBRAE, eventos de empreendedorismo, ações de políticas públicas, além de um ecossistema empreendedor com incubadoras e aceleradoras são fatores que favorecem o empreendedorismo em nossa sociedade.
A pesquisa GEM também revela que 56% daqueles que estão criando ou já abriram uma empresa identificaram uma oportunidade, número que sofreu uma queda em relação aos últimos anos. O aumento de incentivos como a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa influenciou o forte crescimento do empreendedorismo por oportunidade, que pode ter voltado a um patamar mais equilibrado quando comparado com o empreendedorismo por necessidade justamente em virtude da instabilidade pela qual passa o Brasil.
Em 2015, 44% dos envolvidos com a criação de um negócio o fizeram por necessidade, mas isso não significa, necessariamente, ausência de planejamento ou qualificação. Caso este empreendedor tenha se apressado, o SEBRAE/RS está aberto para orientá-lo nas mais diversas questões, dependendo de sua necessidade. Conhecer o mercado onde vai atuar, os clientes, os concorrentes e os fornecedores é fundamental em qualquer situação. Fazer um bom plano de negócio pode garantir o bom desempenho e o futuro da empresa.
Carlos Rivaci Sperotto 
Presidente do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE/RS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MESTRADO DA UFFS INSCRIÇÕES COMEÇAM AMANHÃ.

Mestrado em Desenvolvimento e Políticas Públicas: inscrições iniciam no próximo dia 18 São orfertadas 15 vagas, divididas em duas linhas d...