sábado, 12 de março de 2016

SEMINÁRIO MUITO IMPORTANTE PARA GESTORES DA AMM.

Um ano importante para toda a sociedade brasileira, avalia presidente da AMM
11 de Março de 2016
Um ano importante para toda a sociedade brasileira, avalia presidente da AMM
(esquerda) Mário Nascimento, Valdir Andres, Paparico Bachi, Marco Peixoto, Gederson Mori e Norton Mater

Thomas referiu-se às orientações sobre o encerramento de mandato dos gestores, que pautou evento do TCE/RS e da Famurs na região

Os municípios representam a base da República Federativa do Brasil. Por isso, as eleições municipais são fundamentais na composição do regime democrático, pois é o momento em que a população escolhe seus prefeitos e vereadores. Neste contexto, para informar os agentes públicos quanto aos cuidados necessários neste último ano de mandato, entre outros temas municipalistas, foi realizado na região das Missões, na quinta-feira (10), o seminário promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS) e pela Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs). O encontro aconteceu em Santo Ângelo, no Teatro Antonio Sepp, e reuniu representantes da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa (AMGSR) e Associação dos Municípios do Planalto Médio (AMUPLAM).

Presidente da AMM e prefeito de Giruá, Angelo Fabiam Duarte Thomas parabenizou os organizadores pela iniciativa, destacando que foi um encontro de cunho municipalista, mas também de precauções, alertas, sugestões e informações, relativas às eleições municipais 2016, mais especificamente ao último ano de mandato. “Possivelmente, neste período o trabalho do órgão de controle externo será mais intenso, a partir de muitas provocações, denúncias, contatos públicos e anônimos, entre outras situações semelhantes”, preveniu Fabiam, ao afirmar: “Este será um ano importante para toda a sociedade missioneira, gaúcha, brasileira”.

Prefeito anfitrião, Luiz Valdir Andres destacou a relevância em sediar o evento. “Para todos nós municipalistas, é de suma importância esta oportunidade de recebermos em nosso município os técnicos do TCE, com orientações neste ano atípico, quando ocorrem as eleições municipais”, ressaltou, agradecendo a presença honrosa do presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Marco Peixoto, “por sua condição municipalista por excelência”; do vice-presidente da Famurs, Ederildo Paparico Bachi, que representou a Federação; dos dirigentes e demais integrantes da AMM (Prefeito de Giruá, Fabiam Thomas), AMGSR (Prefeito de Senador Salgado Filho, Norton Mater) e AMUPLAM (Prefeito de Bozano, Gederson Mori), e demais participantes.

Em sinal de respeito pela recente perda do conselheiro do TCE, ex-prefeito de Santo Ângelo, ex-presidente da AMM, ex-deputado Estadual, Adroaldo Loureiro, Andres pediu um minuto de silêncio. Todos ficaram em pé, e com uma salva de palmas, homengearam este cidadão missioneiro, que enalteceu a região e deixou sua marca norteada pela ética e integridade.

De volta aos trilhos

Representando o presidente da Famurs, o vice-presidente da entidade e prefeito de São João da Urtiga, Ederildo Paparico Bachi, evidenciou o trabalho dos gestores municipais. “Homens e mulheres públicas que dedicam seus dias a esta causa em defesa dos municípios e das comunidades, uma missão que não tem sido fácil, principalmente nos últimos tempos”, frisou. Paparico revelou que pela primeira vez na história, a Federação das Associações de Municípios do RS consegue bater o recorde, e ter os 497 municípios gaúchos associados, o que a torna a 3ª maior força política do Estado.

“Essa conquista se deve as bandeiras e lutas iniciadas na gestão do prefeito Valdir Andres, frente à presidência da Famurs; seguida pelo prefeito de Tapejara, Seger Menegaz e atualmente pelo prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador”, afirmou Ederildo ao enfatizar: “quem colocou a Famurs de volta aos trilhos, foi o prefeito Valdir Andres. E, de lá pra cá, continuamos agindo desta forma, pois entendemos que esta linha de atuação deve ser mantida dentro da Famurs, que hoje está livre de ações trabalhistas”.

Verdadeira base

O prefeito urtiguense evidenciou que o TCE tem sido um órgão em todo o país, que foi criado para ajudar os municípios e não somente para penalizar. “Pedimos, conselheiro Marco Peixoto, que este elo de ligação que nos une: Famurs e Tribunal de Contas do Estado, auxilie no dia a dia dos prefeitos. Pois os gestores municipais é que são a verdadeira base da sociedade brasileira, porque é em nossa porta que população bate quando precisa”, destacou.

O vice-presidente da Federação fez um agradecimento especial ao dirigente da AMM. “Graças ao apoio do prefeito Fabiam Thomas estou tendo a oportunidade de ocupar a vice-presidência da Federação, ampliando meus conhecimentos na causa municipalista e na vida política. Fiz questão de vir até aqui também para dizer a todos os missioneiros o quanto sou grato e admiro seu trabalho”, disse Paparico.

Orientar antes de punir

E criar uma extensão do Tribunal com as prefeituras gaúchas. Este foi o compromisso assumido pelo presidente do TCE/RS, conselheiro Marco Peixoto. “Preocupados com este ano, que talvez seja o pior ano na história do RS para se administrar uma prefeitura, assinamos um acordo com a Famurs e montamos um roteiro. Iremos ao encontro dos prefeitos para conversar e prevenir sobre os cuidados neste último ano de mandato. Este trabalho começou hoje, aqui na região das Missões”, anunciou Peixoto.
Ele disse ainda que o TCE/RS, a partir de agora, antes de punir, vai orientar ao extremo, de forma que todos os gestores do Estado possam ter a tranqüilidade e a segurança de que não passarão mais por nenhum constrangimento. “É fundamental que todos os chefes do Executivo estejam muito bem informados, de como devem ou não proceder na aplicação dos recursos públicos”, garantiu.
Prova inequívoca
O presidente da Associação dos Municípios das Missões agradeceu a presença do vice-presidente Paparico. “Um grande lutador e municipalista, que vem a nossa região trazer sua experiência e a palavra da nossa Federação, a qual, precisamos reconhecer, exerce função indispensável para o fortalecimento do municipalismo”, afirmou Fabiam.

De maneira igualitária, ele referiu a presença do conselheiro Marco Peixoto, mencionando a fidalguia do TCE em vir até Santo Ângelo ao encontro dos municípios, compartilhar tantos e tão significativos ensinamentos. “Temos conhecimento de que o TCE/RS é sensível não só os apelos dos prefeitos e vices, mas também às dificuldades inerentes a este ano de encerramento de mandato. A presença do Tribunal de Contas do Estado na região é uma prova inequívoca desta sensibilidade”, completou Thomas.

E, aos colegas gestores missioneiros, que se fizeram presentes em grande número, Fabiam se dirigiu de forma especial. “Primeiro quero destacar a participação das mulheres, muito bem representadas pela prefeita de Guarani das Missões, Janete Daueck, e pela vice-prefeita de Santo Ângelo, Nara Damião. Ambas sempre atuantes e nos ensinando muito”. Em nome de todos os prefeitos da região, Thomas agradeceu ao vice- presidente da AMM, Sérgio Birck, por seu valoroso trabalho junto à prefeitura de Caibaté, e pelo companheirismo na atual gestão da Associação, que finda dia 23 deste mês. “Valeu muito a penar caminhar ao teu lado e demais prefeitos”, exaltou o prefeito giruaense.

Protagonismo nato

Como reconhecimento pela expressiva trajetória política do prefeito de Santo Ângelo, Valdir Andres, Fabiam relatou que quando presidiu a Famurs, Andres abriu espaço possibilitando que na época, os demais integrantes da diretoria agissem e colaborassem em favor do municipalismo. “Neste período passamos a lhe conhecer melhor e admirar, ainda mais, seu trabalho como gestor público municipal e como homem público. Quero agradecer e salientar pelo protagonismo que Valdir Andres detém na região missioneira”, acrescentou Angelo Fabiam Duarte Thomas, que foi um dos membros da diretoria durante a gestão de Valdir no comando da Federação.

Atuação em rede

Fabiam, novamente, aproveitou a ocasião para reiterar que a AMM, AMUPLAM e AMGSR atuam em rede, citando como exemplo o encontro histórico promovido pelas três associações no ano passado, onde os entendimentos convergiram para as obras do aeroporto regional de Santo Ângelo. “Nossa AMM certamente continuará apoiando pleitos ao lado da Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa e do Planalto Médio. E por isso, vamos eleger três grandes demandas para que o crescimento ocorra de forma regionalizada”, reafirmou o dirigente missioneiro.
A programação do seminário da Famurs e TCE/RS, em Santo Ângelo, se estendeu durante todo o dia. Mário Ribas do Nascimento, assessor técnico da Federação, conduziu os trabalhos no início da manhã, junto às lideranças que integraram a mesa de autoridades.

site AMM
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMM SEMPRE PRESENTE .

AMM ESTARÁ PRESENTE NO 2º ENCONTRO INTERNACIONAL DE GOVERNOS LOCAIS E REGIONAIS DOS POVOS JESUÍTICOS 23 de Novembro de 2017 Geren...