quinta-feira, 29 de outubro de 2015

SALÃO DE CIÊNCIAS NA UFFS.

Salão das Ciências é realizado no Campus Cerro Largo

salo_das_ciencias2Desde o debate sobre as práticas do ensino até a construção de caleidoscópios: assim foi o Salão das Ciências realizado pelo Campus Cerro Largo segunda e terça-feira (26 e 27 de outubro). O evento contou com a participação de alunos do Ensino Médio e professores da Educação Básica. Foram realizadas oficinas, ministradas também pelos próprios licenciandos da UFFS, e mesas-redondas com palestrantes de outras instituições, como as professoras Aline Machado Dorneles (FURG), Neusa Maria John Scheid (URI) e Sandra Nonemacher (IFFarroupilha).
“Foram realizadas palestras para os diferentes níveis de formação: aos docentes (em formação inicial e/ou continuada), visando à formação de professores pesquisadores nas escolas, e aos alunos do Ensino Médio, incentivando a formação de jovens pesquisadores”, explicou o coordenador do projeto Roque Ismael da Costa Güllich. Além disso, o Salão das Ciências oportunizou a divulgação das produções científicas escolares, incentivando-a entre estudantes do Ensino Médio.
O evento fez parte do projeto Salão das Ciências – financiado pelo CNPq, com o apoio da CAPES – e tem o objetivo de promover o gosto pelas ciências, desenvolver a curiosidade científica e formar perfil de pesquisa nos alunos. O projeto teve início em 2014, que culminou em uma mostra científica (RELEMBRE AQUI) para selecionar cinco alunos do Ensino Médio de escolas públicas. “Durante o ano todo (2015) estiveram trabalhando na UFFS, aprendendo o que é e como se faz pesquisa, e ajudando no projeto escolar de Seminário Integrado que cada um desenvolve em sua escola”, conta Roque. Os bolsistas atuaram, em 2015, no PIBIC Ensino Médio sob orientação dos pesquisadores do GEPECIEM e colaboração dos professores das escolas.
Além da contribuição na formação dos alunos do Ensino Médio, para os licenciandos da UFFS, a participação no projeto também se fez válida. É o que confirma a bolsista de iniciação científica e estudante de Ciências Biológicas, Camila Boszko: "Tive a oportunidade de participar do projeto desde a construção da proposta, no ano de 2013. O processo como um todo se caracterizou como uma experiência ímpar, que oportunizou o compartilhamento de experiências significativas, as quais acresceram muito em meu processo de formação docente. Em 2014, o Salão das Ciências oportunizou a troca de saberes por meio do desenvolvimento e sistematização de trabalhos de diferentes escolas do município de Cerro Largo. Neste ano, estimulou discussões sobre o ensino de Ciências, a partir de oficinas e palestras. Como licencianda, também serviu como incentivo e inspiração para o desenvolvimento de aulas mais voltadas às metodologias didáticas alternativas", relata.
Site UFFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEMPO BOM CIDADE VAZIA.

O Comércio de Cerro Largo terá mais uma semana  de pouco movimento, visto que os agricultores devem aproveitar o tempo firme e sol fort...