terça-feira, 15 de dezembro de 2015

JUREMIR MACHADO DA SILVA

Operação caça PMDB

A Lava-Jato é inesgotável.
Atira para quase todos os lados.
A fase Catilina atinge o PMDB.
Roger Bastide imortalizou o Brasil como país de contrastes.
Nunca se roubou tanto. Nunca se investigou tanto.
O problema é que se rouba mais rápido do que se investiga.
Descobriu-se o Mensalão. Veio o Petrolão.
Deve ser o único país do mundo em que o presidente da Câmara dos Deputados não pode ligar para cumprimentar amigos no fim de ano por ter tido o seu celular levado pela polícia.
A próxima fase da Lava-Jato será a Operação Saco Cheio.
Acontecerá no dia 23 de dezembro.
Delcídio Amaral fará o papel de Papai Noel.
O que andará dizendo a senadora Marta Suplicy, que trocou o PT pelo PMDB em busca de honestidade, transparência, ética, lisura e valores republicanos?
O que estarão pensando os deputados gaúchos que consideram Eduardo Cunha como o melhor presidente que a Câmara teve nos últimos anos?
O que estarão falando aqueles que viam no PMDB de Cunha e Temer uma ponte para o futuro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PONTE BINACIONAL NA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICAS.

Região das missões jesuíticas contará com ponte binacional 14 de Fevereiro de 2019 Comitiva Região das Missões com Ministro do T...